Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Um parto (mais) humanizado

Dou por mim, muitas vezes, a pensar no meu primeiro parto. Queria muito ter um parto normal (eutócico) , mas infelizmente e porque o bebé teve braquicardia, acabei por fazer uma cesariana. 

Correu tudo bem. Fiz o parto num hospital privado, com todo o conforto e não me posso queixar de nada: nem da competência dos médicos, nem do atendimento. 

Ainda assim, senti falta de qualquer coisa...

O que faltou? Faltou uma certa emoção, um certo calor. Foi tudo muito asséptico, rápido e frio. 

Fiquei a pensar se não tentaria numa próxima vez, um parto menos instrumentalizado e ... mais humanizado. 

Demorei bastante tempo a conseguir falar aqui no blogue do meu parto. Aliás, este é (volvidos quase dois anos de blogosfera) o meu primeiro post sobre o assunto. E só isso já revela como as coisas ficaram "mal resolvidas" na minha cabeça. 

Agora que estou novamente grávida, é natural que estas questões me venham novamente à mente...

Já tinha pesquisado bastante por conta própria, antes do primeiro parto. Sabia muito bem o que queria, mas tinha medo e falta de apoio. 

Desta vez, para além de pesquisar, decidi colocar mãos à obra. Como?

Brevemente, desenvolverei mais este assunto. Fiquem atentas.

Deixo entretanto um artigo que gostei muito de ler e que vi no site da pumpkins:

 

 https://pumpkin.pt/gravidez/nascimento-bebe/parto-explicado/a-data-prevista-do-parto-nao-e-ordem-de-despejo/

 

 

Sigam-me também em

2 comentários

  • Acho que cada um deve seguir em frente com as suas convicções. Eu não crítico ninguém, nem sou fundamentalista... Cada pessoa é dona do seu corpo e cada mulher sabe o que melhor se adequa a si. O importante é que no final do processo a pessoa se sinta tranquila e em paz. E isso tanto pode acontecer com parto normal, como com cesariana. Depende da pessoa e da situação. E às vezes até varia de um filho para o outro na mesma mulher. Beijinhos
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.