Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Uau, uma inundação! Que fixe! (ou não)

O Vasco pediu-me para ir à arrecadação buscar alguns brinquedos da minha infância. Isto porque aqui há tempos contei-lhe que tinha lá guardadas coisas minhas.

Um dos brinquedos que guardei com mais carinho foi a "piscina tropical da Barbie". 
Foi a prenda do meu 9º aniversário, já lá vão 30 anos, xiiii!

É uma estrutura e tanto. Cheia de peças e de detalhes giros. Eu adorava aquela piscina!!

Depois de o ajudar a montar a piscina no tapete da sala (estava cheia de teias de aranha e de pó) aqui a espertalhona teve uma brilhante ideia:

- E se colocássemos água verdadeira dentro da piscina?!

É íncrivel, como a mãe consegue ser mais infantil que a sua cria, não é? 

Claro que o Vasco adorou a ideia. Portanto, vai de pegar na piscina e levar para a casa de banho.

Tudo correria bem se.... trimmmm!!!

O senhor da lavandaria que nos passa a ferro tocou à campainha.

Abandonei o Vasco uns minutinhos no WC (a sério mãe que ainda fazes essas asneiras?) para atender o senhor à porta.

Recebi a minha roupa passada... entreguei roupa para passar... olhando sempre de soslaio para o WC onde me parecia que estava tudo bem.

Mas não estava.

Assim que entrei na minha casa de banho, percebi que o Vasco estava todo molhado, o chão estava todo molhado, as portas estavam molhadas, o tapete estava todo molhado.... HELP!!

Sim, o Vasco tinha decidio "encher" a piscina da Barbie sozinho. A piscina encheu e.... transbordou....

- Mamã, olha! Já tenho água na piscina!!

Claro que sim... e água em todo o lado também.

Foi limpar tudo, com muitos berros à mistura!!

- Pronto, mamã. Não te zangues! Eu não faço mais asneiras!
- Ótimo! Espero que tenhas aprendido a lição! Eu tinha-te dito para esperares por mim...

Olhos arrependidos, mas... sol de pouca dura 

Quando dei por ela, o Vasco estava com os toalhões que eu tinha usado para absorver a água do chão... na sua boca. A sugar!!

- Olha para mim, mamã! Tenho um chupa-chupa de toalha!!

Agora digam-me: choro ou rio?

Sigam-me também em

6 comentários

Comentar post