Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Abençoado Sling!

Abril 18, 2019

O Triângulo Perfeito

Quando o Xavi nasceu, comprei um sling da boppy (à venda na loja chicco) que me deu imenso jeito para carregar o bebé nos primeiros tempos.

Entretanto, o meu filhote foi crescendo e o sling acabou por ficar um pouco esquecido. Pensava eu que o dito sling tinha os seus dias contados, mas enganei-me!


Esta semana, o Xavier andou especialmente carente. Sempre a querer maminha, atenção e... muito colo. 
Não sei por que razão isto aconteceu, talvez seja o nascimento de mais um dente...


Mas a verdade é que ontem, depois de o carregar de um lado para o outro dentro de casa durante mais de uma hora... sentia-me esgotada e quase a pifar dos carretos.


De repente... lembrei-me do sling! 

Será que ainda lhe serve? Já tem nove meses... - interroguei-me, pensando imediatamente que não custava nada tentar.


Bem... que ideia genial eu tive. Não só o sling ainda servia (dei alguma folga para que o Xavi pudesse ter alguns movimentos) como foi remédio santo. 
Consegui ter o meu bebé descansado enquanto fazia as tarefas domésticas e preparava o jantar (sim, até legumes cortei com o Xavi dentro do sling).


Fico feliz por não ter dado ou vendido o sling... É nas horas mais críticas que ele prova o seu verdadeiro valor! 


Hoje o Xavi já está mais bem disposto. O que quer que lhe estava a aborrecer ontem... já passou. 


Mães e pais, se querem fazer uma boa compra... apostem num sling, pano ou mochila de carregar bebé. 
Há pessoas que me dizem que não vale a pena comprar porque andam muito poucas vezes com o sling. Eu discordo.

E a prova está no que aconteceu ontem: podemos ter o sling guardado numa gaveta durante meses a fio... mas quando precisamos dele... o sling cumpre com o seu papel. E que jeito nos dá!

Só vim aqui para dizer que... #6

Julho 27, 2018

O Triângulo Perfeito

... devo ter sido a primeira pessoa a amamentar o filhote nos calabouços de um banco.

Não vou dizer qual é o banco para não arranjar problemas a ninguém, até porque foram super gentis comigo, ok?

Basicamente, eu tinha ido com o Xavier dar um passeio na cidade.

Ele estava a dormir profundamente e estava tudo a correr bem. Depois do passeio e como ele estava com um ar tranquilo lembrei-me tinha que fazer um depósito ao meu banco. Já andava a adiar aquilo há uns dias, e aquela pareceu-me uma boa oportunidade.

A certa altura, já estava eu em frente à caixa com uma série de notas para depositar na mão... quando o miúdo acorda e arma o berreiro (mas um berreiro ao nível dos porcos no matadouro).

Ficou tudo a olhar para mim e eu cada vez mais envergonhada.

O choro sempre a piorar e eu cada vez mais atrapalhada, sem saber se havia de meter as notas na ranhura dos depósitos, ou pegar no bebé. 

Acabei por concluir a operação, acompanhada de berros altíssimos e logo ali percebi que nem valia a pena sair para a rua. 

O puto tinha fome. E o puto queria comer já. Percebi isso pela minha experiência enciclopédica de choros de bebé. O choro dele era tipo "Meh Meh!" e um dia li não sei onde que chorar tipo ovelha é sinal de fome. 

Portanto, olhei à volta e não vejo nenhum sítio onde me sentar (nessa altura já me estava a marimbar para os meus pudores de ter as mamas à mostra, só queria mesmo era sentar-me e alimentar o miúdo). 

Acabo por pedir a uma das funcionárias da caixa para ir à casa de banho, ao que ela me respondeu que o WC estava destinado à gerência. Claro que eu já sabia isso, mas tinha que arriscar, não é?

Entretanto, e como o bebé já berrava a pontos de se ouvir em França, a senhora lá deve ter pesado os prós e os contras e deixou-me entrar para uma sala tipo arquivo, onde estive durante 20 minutos a amamentar, rodeada por livros e papelada.

Mandou, como é óbvio uma funcionária atrás de mim por questões de segurança e estivemos ali a fazer conversa de treta durante toda a mamadela.

Depois deste episódio percebi que é URGENTE comprar um sling, porque se tivesse o dito cujo não precisava de mais nada: o miúdo mamava logo dentro do sling e pronto.

Vi no facebook que vai haver brevemente um workshop de babywearing aqui perto da minha e desta vez, acho que não vou deixar passar. Torna-se tudo muito mais prático, incluindo a própria amamentação. 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me também em

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D