Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Agosto 17, 2017

O Triângulo Perfeito

IMG_20170817_134358.jpg

 

Desde que fiz aquele workshop de culinária de que vos falei, que ando maluca com a história da Quinoa.

Adoro o sabor, a consistência, a ausência de glúten e a sensação de saciedade que este alimento dá! 

 

Como o resto da família se mostrava renitente em adoptar a quinoa (porque parece "comida de pássaro" e são "coisas de gente alternativa", impus a mim mesma um desafio:

 

Teria que confecionar um prato que fosse tipicamente português e que, ao mesmo tempo, tivesse quinoa como ingrediente. 

 

Não precisei de pensar muito. Usei tudo o que um bom Tuga aprecia!

 

Pimento verde cozido, tomate, cebola, rúcula e, claro, a boa da sardinha portuguesa.

 

Utilizei petingas em lata, porque queria despachar-me. Para além disso, adoro as conservas da Ramirez e sabia que o resultado seria bom.

 

Não, não é publicidade, gosto mesmo da marca. E sinto-me segura quanto à qualidade do produto.  Há três anos dei aulas a uma turma do curso profissional de Controlo e Qualidade Alimentar e fizemos uma visita de estudo à fábrica.

Tudo impecável. Limpo e organizado, apesar do aspeto tradicional. Mas até disso gostei.

Foi giro ver aquelas senhoras (e senhores) todas a limpar e a arranjar o peixe. Soube mesmo a Portugal. Parecia que estava numa mega peixaria. 

IMG_20170817_140611 (2).jpg

 

Já agora, aproveitei o óleo da conserva para temperar a salada. Fica muito bom!

 

O resultado ficou bem acima das minhas expetativas! Adorei o sabor!

Fica aqui um "corte" do prato, para verem melhor o recheio (resolvi colocar tudo por camadas, embora sabendo que no prato se mistura tudo).

 

IMG_20170817_140403 (2).jpg

 

 Temperei com vinagre balsámico, azeite da própria lata de conserva e umas pedrinhas de sal marinho (pouco, porque os ingredientes já são salgados).

 

Acaba por ser uma salada saudável, com um toque mediterrânico. Mas esta tem a vantagem de "encher", de saciar mais, devido à quinoa. Portanto, é mais difícil ganharmos fome nas próximas horas. 

 

São servidos?

 

 

Julho 17, 2017

O Triângulo Perfeito

Inked20182445_1487743034582236_1459649875_o_LI.jpg

 

Depois de participar num workshop do club masterCOOK, fiquei com ainda mais vontade de cozinhar e de experimentar coisas novas. 

Percebi, como diz a chef Lígia que "dá sempre jeito ter uma dispensa/frigorifico recheado com imensas coisas", como queijo, legumes, fruta, sementes, plantas aromáticas, para depois misturar tudo e fazer pratos deliciosos. 

 

Desta vez resolvi fazer duas saladas. A salada A era a minha. Tinha mais coisas, porque eu gosto de quase tudo. A salada B... fiz para o outro vértice, que é um "esquisitinho" e não gosta de 90% de legumes do planeta. 

 

Quer uma, quer outra, serviram para eu aproveitar restos de frango do churrasco que tinham sobrado do dia anterior. 

Aqui vão as receitas. 

 

SALADA A

 

- Frango de churrasco (ou frango assado) desfiado;

- Cebola roxa cortada às tiras (de preferência mais pequenas e finas que as que estão na foto);

- Tomate cherry e tomate chucha de diferentes cores, cortados às rodelas;

- Mistura de alfaces (pode ser daquelas que já vêm do hipermercado cortadinhas e em saquinhos- há que ser prático);

- Sementes de abóbora e de girassol

- Nozes cortadas em pedaços pequenos

- pinhão, caju ou algo do género

- beterraba desfiada (pode ser no mesmo ralador com que se rala a cenoura);

 

 

SALADA B

 

- Frango de churrasco (ou frango assado) desfiado;

- Cebola roxa cortada às tiras (de preferência mais pequenas e finas que as que estão na foto);

- Pêssego cortado aos quadrados para substituir o tomate (que o vértice masculino não gosta)

- Mistura de alfaces (pode ser daquelas que já vêm do hipermercado cortadinhas e em saquinhos- há que ser prático);

- Sementes de abóbora e de girassol

- Nozes cortadas em pedaços pequenos

- pinhão, caju ou algo do género

- beterraba desfiada (pode ser no mesmo ralador com que se rala a cenoura), mas muito menos que quantidade que na outra salada - o marido odeia, só pus para ver se o conseguia despistar. Deve ter corrido bem, porque ELE não se queixou, kkkk... 

 

Molho para a salada

 

  • Vinagre balsámico
  • Sal
  • Azeite
  • Oregãos

 

BOM APETITE

Sigam-me também em

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D