Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Por esta não esperava...

Novembro 30, 2018

O Triângulo Perfeito

O Xavier tem-se revelado um valentão. Um bebé saudável como tudo, simpático e bem desenvolvido.

Infelizmente, o nosso El Dorado terminou hoje. O Xavi apanhou a gastroenterite que, há cerca de uma semana o mano mais velho "trouxe" do infantário e... estamos a caminho do hospital.

O meu bebé tem febre e vomita o leite quase todo. É um desespero vê-lo assim. 

Têm sido dias difíceis para a nossa família. Ora fica um doente, ora fica outro. 

Precisamos todos de um pouco de paz e descanso.

Fica bom depressa, Xavi! Queremos ver de novo o teu sorriso! :(

Vida de Mãe #2

Novembro 24, 2018

O Triângulo Perfeito

Quarta-feira/Expetativas:

- E se fôssemos ao restaurante de sushi que tu gostas tanto no sábado ao almoço? Os miúdos podiam ficar uma ou duas horas em casa dos avós e nós iamos relaxar um pouco. Fazia-nos bem...

- Fixe! Boa ideia!

 

Sábado/Realidade:

- Vou levar o Vasco ao hospital porque a febre não desce.

- Ok, eu fico aqui em casa com o Xavier,  não convém ele ir para o meio dos vírus e das bactérias do hospital. Entretanto ligo-te para trocarmos posições. Há bife de perú que fiz agora e resto de massa de ontem. 

- Ok. Vamos trincar qualquer coisa que o dia vai ser longo.

- Certo.

 

 

 

Ginástica Respiratória no Verão?

Agosto 04, 2018

O Triângulo Perfeito

O Vasco continua doente e não há forma de melhorar. Na última semana, para além da tosse, da espeturação e da falta de apetite, começou também com diarreias e febre. 

Já estava a tomar antibiótico desde segunda-feira, mas o mesmo não fez efeito. 

Ontem, já sem opções, decidimos levá-lo às urgências. Um raio-X detetou que poderá estar no início de uma pneumonia (em Agosto, meu Deus? Em agosto??) e por isso vai ter que fazer novamente ginástica respiratória. 

Lá vamos nós ter que ir para o hospital dia sim, dia sim, para o miúdo fazer a cinesoterapia...

Neste momento, as coisas estão um pouco caóticas cá em casa. Um filhote doente (e a fazer birras que nem vos conto...), um bebé com poucas semanas e os adultos cansados e cheios de sono. 

Para não falar da dificuldade de logística disto tudo. O pai trabalha. A mãe fica sozinha o dia todo. Os avós são uma ajuda, mas ainda assim é complicado gerir. 

O momento mais crítico é a partir das 6 da tarde. Jantar para fazer, banhos para dar, o bebé a chorar para um lado, o mano mais velho a chorar para o outro, os dois a pedirem mimo... uff! 

Enfim, isto não é nada fácil ... :)

Injeção de penicilina ou 10 dias de "xarope"?

Junho 02, 2018

O Triângulo Perfeito

Já aqui falei que ontem o Vasco esteve nas urgências devido a uma amigdalite

O que falta contar é que, no momento da consulta, a médica nos deu duas opções de tratamento.

 

benzetacil.jpg

 

- Podemos trata-lo com antibiótico na forma de xarope durante 10 dias - disse-me - ou então dar-lhe uma injeção de penicilina

(que é também um antibiótico, entenda-se).

- Qual a melhor opção? - perguntei-lhe.

- A eficácia é a mesma - respondeu a médica. E ressaltou apenas que com o xarope as melhorias seriam visíveis mais lentamente, enquanto que com a penicilina injetável "ao fim de dois dias ele já está bom".

Ficámos um pouco na dúvida, até porque sabemos que as "picas" doem...

E toda a gente sabe que as injeções de penicilina são particularmente más.

Não queríamos causar nenhum trauma ao Vasco.Neste momento ele aceita super bem as idas ao médico e até gosta quando lhe dizemos que vamos visitar o "senhor doutor".

Mas a verdade é que também já estamos cansados do "formato xarope"...

Primeiro, porque sabemos que só ao fim de alguns dias é que o Vasco começa a melhorar. E custa vê-lo naquele estado febril, todo abatido e sem apetite até ao antibiótico começar a fazer efeito.

Depois ainda temos que gerir as birras do filhote, que nem sempre aceita bem as colheradas de xarope.

Ás vezes gosta e até diz que quer mais. Outras vezes diz que não quer e faz um filmeeee...Há dias em que temos que lhe dar o xarope dentro de uma seringa, há dias em que temos que misturar no iogurte ou na papa. Uff!

Depois há a questão das 3x ao dia. Porque uma das vezes, acaba por calhar durante a noite e lá temos nós de acordar o miúdo para lhe dar o antibiótico.

Sinceramente, não me estava a apetecer nada enfrentar essa logística toda. 

Por isso, desta vez optámos pela penicilina. 

Aparentemente, tivemos sorte porque o Vasco não se queixou muito durante a injeção. 

E a parte melhor é que à noite, já notávamos um melhoria evidente. 

Hoje, está praticamente como novo!

 

Espantada com estas melhorias, comentei com o meu marido que achava estranho não nos terem oferecido esta "possibilidade" das outras vezes que o Vasco esteve doente. 

Afinal, a cura é muito mais rápida e resolve-se logo o assunto. 

Mas assim que fui investigar acerca da penicilina, percebi tudo. Basicamente as informações que recolhi foram:

 

1- A injeção de penicilina não é aplicável a todos os casos!

Segundo o que li no site mdsaúde, "a penicilina benzatina é um antibiótico que tem uma ação bastaste restrita na prática médica" Atualmente, ela é indicada em um número pequeno de infeções, como:

 

– Sífilis
– Amigdalites e faringites bacterianas
– Impetigo
– Prevenção da febre reumática

 

2- A penicilina é ultra rápida!

Segundo o que li, "a grande vantagem da penicilina benzatina é o fato de que uma única dose é suficiente para manter o antibiótico circulando no organismo por mais de 3 semanas.É uma opção muito interessante para pacientes que não querem ou não conseguem tomar vários comprimidos de antibiótico por dia, por vários dias."

 

3- Não vale a pena atacar outras infeções com penicilina.

Ainda de acordo com o mesmo site, "a penicilina benzatina não serve para tratar outras infecções, que não as listadas acima.

Isso significa que não está indicado o uso do benzetacil para o tratamento da pneumonia, da sinusite ou da otite.

 

Portanto, pelo que percebi, quando o Vasco tiver otites, bronquiolites e outros problemas do género... não vou poder recorrer à ajuda da minha amiga penicilina injetável.

Vou mesmo ter que avançar com o tradicional xarope, geralmente à base de amoxilina. Refiro-me a medicamentos como Clavamox ou Clamoxil, por exemplo.

 

Já agora o que é a Amoxilina?

A Amoxicilina é uma medicação derivada da penicilina, classificada como de segunda geração pois é capaz de combater um espectro maior de bactérias.

Portanto, atenção pessoal!

Quem possui alergia às penicilinas não deve usar amoxicilina na mesma, uma vez que uma é feita a partir da outra.

A amoxilina está disponível em comprimido ou xarope (suspensão oral).

As infecções mais comuns tratadas com amoxicilina são: otite (infecção de ouvido), de garganta, de pele, de dente, de urina, pneumonia e erradicação do H. pylori no estômago.

Que marca de nebulizador escolher? Medcare, sem dúvida!

Maio 12, 2017

O Triângulo Perfeito

18472195_1422660574423816_426073308_o.jpg

 

18 meses após o nascimento do Vasco, já nos consideramos peritos em "ítes" (bronquiolites, gripes, laringites) e em nebulizações. E por isso, podemos com toda a convicção afirmar que o nebulizador PORTÁTIL da MEDCARE, é a melhor compra para quem está a pensar investir nestes aparelhos.

 

O primeiro nebulizador que comprámos era da PIC. Todos os nossos amigos tinham um desses e até o próprio pediatra o indicou.

 

A grande vantagem desse nebulizador é o facto de ser extremamente silencioso; o ideal para bebés sensíveis, que se assustam com o ruído. Tirando isso, este nebulizador é muito pouco prático. Porquê? 

 

Em primeiro lugar porque é enorme! É um pequeno monstrinho a ocupar espaço na prateleira do quarto ou da casa de banho. E sendo grande, torna-se uma opção pouco prática para levar numas férias ou para ir e vir da casa da avó. 

 

Depois, é um nebulizador fixo. Liga-se com a ficha à tomada e fica ali. Ora isto para o nosso bebé não dá! Como o Vasco não gosta de nebulizações temos que o distrair com brinquedos. Andamos, basicamente, atrás dele, enquanto ele vai passeando pela sala. Isso só se consegue fazer com um nebulizador portátil. 

 

Por último, as peças do PIC às vezes são um bocado chatitas. A tampa, por exemplo, é pouco prática de abrir e fechar. 

 

Em janeiro tivemos um problema com esse nebulizador (ganhou fungos, por culpa nossa que o deixámos com água no reservatório durante duas semanas) e fomos "obrigados" a comprar outro. Quisemos mudar e o da MEDCARE foi o escolhido. Confesso que nos custou bastante (muuuuiiiito) fazer um investimento tão grande, quando apenas 8 meses antes tínhamos comprado o outro, mas estávamos fartos de andar a correr para o hospital para ele fazer as nebulizações nas urgências. Por isso, e pela bela compra que fizemos, para já valeu a pena. 

 

Posto isto, e sintetizando, quais as vantagens do MEDCARE em relação ao PIC (e ainda em relação ao nebulizador do LIDL, de que todos falam)?

 

1- É mais silencioso que o do LIDL. É tão SILÊNCIOSO como o PIC, mas tem a vantagem de ser MAIS PEQUENO. 

2- MAIS PRÁTICO, por ser pequeno e fácil de arrumar em qualquer lado.

3- PORTÁTIL (tem uma bateria associada, que lhe permite uma autonomia de 25 minutos; assim, até no carro, a crianças pode fazer uma nebulização)

 

Agora o preço... o preço, ok, é igual ao do PIC. Se pensarem em economizar talvez o melhor seja o do LIDL.  

(Nós ainda tentámos comprar esse, mas estava esgotado em todos os LIDls que fomos, por isso voltámo-nos para os da farmácia)

Note-se que os do LIDL não são tão silenciosos, por isso se tiverem uma criança que rejeita nebulizações... vai ser complicado...

 

Resumindo, se têm cerca de 100 euros para gastar num nebulizador... então não hesitem: entre o PIC e o PORTÁTIL DA MEDCARE... ganha o da MEDCARE! :)

 

Nota: A medcare também tem outros nebulizadores que não são portáteis. Uns mais baratos que outros; outros mais ruidosos, etc. etc. Portanto, a minha avaliação não diz respeito a esses, mas sim apenas ao portátil. Dos outros não posso falar, porque não experimentei. 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me também em

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D