Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

07.03.19

O efeito youtube (ou por que os vídeos não são assim tão maus)

O Triângulo Perfeito
  Vou começar este post pela parte negativa... Cá em casa o tempo que o Vasco dedica a assistir vídeos YouTube é cada vez menor. Inicialmente, estipulamos que depois do jantar não haveria vídeos e agora a proibição estendeu-se ainda mais. Vídeos só ao fim de semana... sábado ou domingo de manhã. Porquê?   Essencialmente por causa do efeito aditivo desses vídeos. E da alienação que provocam. Quando está a ver filmes no YouTube, o Vasco fica absorto e distante. Podemos (...)
06.03.19

Abençoado doce de pêssego...

O Triângulo Perfeito
  Cá em casa não somos muitos fãs de carnaval. Eu não gosto de me mascarar, o meu marido também não, e fazemos um esforço para nos integrarmos nestas tradições todas de máscaras e desfiles e samba e toda uma série de rituais que pouco tem a ver com o nosso país ou com o seu clima. Costumo dizer que aquilo que mais aprecio no carnaval é sair de casa na noite da festa para beber uma capirinha ao som da música. Mas depois concluo que isso é algo que eu podia fazer em qualquer altu
21.02.19

A arte de não aproveitar o tempo livre!

O Triângulo Perfeito
  A minha quinta-feira é, por força da redução de amamentação e outras condicionantes, um dia mais livre do que os restantes dias da semana. Isto em termos laborais. Antes de começar a trabalhar tinha prometido a mim mesma que ia usar essa quinta-feira para tratar de mim, relaxar um pouco e organizar as coisas cá em casa. Sem a pressão de ter os filhos por perto. Basicamente, ia usar essas quintas-feiras para me desforrar dos 7 meses que passei metida em casa com o bebé. (...)
19.02.19

Brincar e conversar... são as atividades extracurriculares do Vasco

O Triângulo Perfeito
O Vasco tem 3 anos e, para já, ainda não está inscrito em nenhuma atividade fora da escola. O tempo que passo com ele é tão pouco, que quando tenho oportunidade... muito sinceramente, prefiro leva-lo ao parque, ou a passear. Acima de tudo, prefiro conversar com ele, saber como estão as coisas na escolinha, deixar o diálogo fluir. Não é fácil. O Vasco é um menino muito ativo, que está sempre aos saltos e a correr de um lado para o outro. É muito exigente em termos de atenção (...)
14.02.19

Como (re)inventamos o amor... depois dos filhos

O Triângulo Perfeito
Éramos jovens e cheios de energia. Conhecemo-nos, encantamo-nos um com o outro e... seguindo a ordem natural das coisas, fomos morar juntos. Os primeiros anos foram... perfeitos! Jantar fora pelo menos uma vez por semana, sempre a conhecer novos restaurantes. Escapadinhas românticas de dois ou três dias no estrangeiro... Idas frequentes ao cinema ou ao teatro... E muito, muito tempo para namorar.   Com a chegada do primeiro filho, a dinâmica familiar mudou. E com a chegada do (...)
24.01.19

ADEUS ESPREGUIÇADEIRA...

O Triângulo Perfeito
O Vasco gostava muito daquela espreguiçadeira e o Xavier também fez bom uso dela. Os meuis filhotes adoravam estar na posição semi-vertical e... eu adorava o facto de a espreguiçadeira me dar um pouco mais de liberdade. Aproveitava aqueles momentos para cozinhar, fazer as lides da casa ou simplesmente tomar banho. Quantos duches tomei com a espreguiçadeira dentro do WC, do lado de fora do poliban!... Era a única forma de conseguir fazer a minha higiene descansada  No dia em que o (...)
18.01.19

#Mimanoajulen

O Triângulo Perfeito
As pessoas dizem coisas para nos acalmar, para nos sentirmos melhor. Sempre que passamos por uma provação ou perda, as pessoas dizem que "são lições para a vida", que tudo aconteceu "com uma finalidade" ou que "temos que retirar o bom dentro do mau que aconteceu". Quando tive o parto do Xavier, a minha doula segurava-me a mão e repetia várias vezes esse mantra. Que eram dores infinitas, sim. Mas que tinham um sentido, uma finalidade. Que era o nascimento do meu bebé. E eu (...)
16.01.19

Dias de chuva

O Triângulo Perfeito
Há dias em que toda esta experiência de maternidade me entusiasma. Dias em que estou particularmente motivada e a sentir que tenho um jeito natural para a coisa. Dias em que me emociono com cada sorriso, com cada gesto do meu bebé e me divirto a fotografar ou a filmar a sua evolução. E há dias em que morro de tédio e confiro vezes sem conta no calendário o tempo que falta para regressar ao trabalho. Hoje é um desses dias :) Sempre disse que nunca mais queria um "filho de (...)