Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

A vida de uma família perfeitamente normal

O Triângulo Perfeito

A vida de uma família perfeitamente normal

26.05.22

Mãe galinha

Ana
O Xavier para a semana vai à Quinta de Santo Inácio numa visita organizada pela escola. Está todo feliz! Já eu, estou a panicar a todo o vapor e a imaginar variados cenários negros, desde problemas no autocarro, até à possibilidade ele ser atacado por um leão... É a primeira visita de estudo dele e também a primeira vez que anda no autocarro da escola. Anda entusiasmadíssimo! E eu ando aqui cheia de (...)
23.04.22

Ecos do primeiro dia sem máscara

Ana
Naquele que foi o primeiro dia sem obrigatoriedade de máscara em muitos espaços, chegaram até mim notícias de algumas atitudes insensatas. Sempre defendi a liberdade de escolha por isso não me incomoda minimamente que existam pessoas que continuem a usar. Cada um deve fazer aquilo que é mais confortável para si. Concordo também com a manutenção da máscara nos hospitais e transportes públicos. O que me espanta/revolta são outras situações! Tais como: - recusa de alguns (...)
24.02.22

Como falar da guerra às crianças?

Ana
Hoje de manhã, liguei um pouco a televisão enquanto os meus filhos tomavam pequeno almoço e, ao fazer zapping para chegar ao canal dos desenhos animados, apareceram-me imagens da guerra na Ucrânia.  Aproveitei para dizer ao Vasco que havia dois países em conflito e que naquele momento "se estavam a portar muito mal", a dar tiros e a provocar explosões.  A reação do Vasco foi um encolher de ombros, seguido de um "Ok, mas deixa-me ver o Mickey!" Se por um lado fico feliz pelo (...)
17.02.22

Uma aventura na oficina

Ana
Ontem, depois de ir buscar os miúdos à escola, tivemos um furo no pneu. Ainda pensei dirigir-me a uma oficina, mas a roda esvaziou em três minutos. Acabei por desistir e ligar para os serviços de uma recauchutagem conhecida.  Esperei quase quarenta minutos (!) pelo homem da oficina, com os miúdos dentro do carro a refilarem e os nervos em franja. A chuva a cair lá fora, sem qualquer hipótese de os pôr a "arejar as ideias" durante um bocadinho e o triangulo de sinalização a ser (...)
29.07.21

As férias escolares em França: à grande e à francesa!

Ana
Ontem estiveram cá em casa os primos de França e, entre outras coisas falou-se da educação dos miúdos.O sistema de ensino francês é bastante diferente do nosso (tem coisas melhores e coisas piores), mas um houve aspeto que me chamou a atenção: a quantidade de interrupções letivas que os alunos de lá têm.Então reparem:As aulas em França começam no dia 7 de Setembro. E o que é que acontece logo em outubro? Têm duas semanas de férias.São as "Férias de outono", como eles (...)
25.02.21

Mães contra mães

Ana
Já se viu de tudo nesta pandemia! Políticos contra políticos, sociedade contra governo, médicos contra negacionistas... Mas agora temos que acrescentar mais um conflito a esta já densa lista: mães contra mães!Toda a gente sabe que as mulheres são muito más umas para as outras.Eu, que sou da Biologia, acho que uma parte deste "rancor" é genético e tem passado de geração em geração ao longo de milhões de anos, como resultado da seleção natural.Acredito que esta (...)
20.02.21

Entrar ou não para a escola com 5 anos?

Ana
Cada caso é um caso e cada família terá que decidir consoante a personalidade e competências da criança que tem em mãos. O contexto atual (pandemia) também poderá ajudar na decisão.  No nosso caso, estamos cada vez mais convencidos que o Vasco precisa de ficar mais um ano a amadurecer na pré-escola.Não se trata de inteligência, nem sequer de aptidões ao nível da expressão já que ele sempre teve um excelente vocabulário e articula bem os sons.Tem mais a ver com a falta de (...)
30.01.21

A mulher na janela

Ana
Em frente ao meu prédio está outro prédio que sempre achei construído perto demais.Nesse prédio, no segundo andar (mesmo ao meu nível, portanto) está uma janela sem cortinas. Ou talvez tenha cortinas, mas sempre recolhidas para deixar entrar o sol. Nessa janela, uma mãe passeia-se para cá e para lá, com um bebé ao colo. Outras vezes, assoma sozinha na vidraça olhando o mundo com um olhar parado.Como também eu tenho as cortinas recolhidas, imagino que essa mulher também me (...)
27.12.20

Relativizar... é preciso

Ana
Sentada a tomar café na pastelaria habitual, deparo-me com a manchete de uma revista: "2020, o ano em que tudo parou". De facto, foi um ano de merda se pensarmos nas limitações impostas às várias liberdades, ao encerramento de parques, teatros e outros locais que visitávamos com tanto prazer, à obrigatoriedade de andar de máscara. Mas depois... penso. Penso como é importante relativizar tudo. Enquanto estava na ceia de natal com os quatro avós do Vasco presentes (devidamente (...)
22.03.20

Numa semana...

Ana
Os meus filhos passaram a acordar às oito ou às nove da manhã, em vez das sete da manhã habituais. Vão para a sala, brincam um com o outro e já não há ninguém a dizer "despacha-te que temos que ir para a escola!". Tomam o pequeno-almoço com calma e continuam a brincar, explorando agora com muito mais detalhe os brinquedos que receberam nos anos e no natal. Fazemos brinquedos novos com material reutilizado. Em apenas 7 dias começámos a olhar para todas as caixas, fitas, (...)

Sigam-me também em