Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

09.12.18

O dia em que os manos se conheceram

O Triângulo Perfeito
Passaram 5 meses do nascimento do Xavier e apercebo-me que, no meio de tantas emoções, acabei por esquecer de falar de um assunto tão importante: a relação entre os manos. Coloquei um video na página de facebook do blog, onde podem ver como correu o primeiro encontro entre o Vasco e o Xavier.  Foi dos momentos mais emocionantes da saga desta família. Foi também uma (...)
06.12.18

Tou... onde mesmo?

O Triângulo Perfeito
Passei 2 ou 3 meses a achar que o refrão desta música dizia "Eu tou na mota". Inclusivamente, ensinei uma coreografia ao Vasco em que ele se sentava na mota dele e "mexia o bumbum", enquanto guiava todo contente pela casa fora. Ontem dei de caras com o video no youtube e descobri que afinal é... "Tou na MODA"!  Ah, ah! Tsssss! Tenho a cultura musical de um alfinete...   ..
05.12.18

Ontem...

O Triângulo Perfeito
.. este menino fez 5 meses!Sei que o que vou dizer é tão batido, mas... o tempo passou tão depressa!Amei-o desde o primeiro dia, desde o primeiro momento em que veio para o meu peito de olhinhos bem abertos! É impossível alguém ser indiferente a este sorriso, esta carinha linda e sempre bem disposta! Que contes muitos e muitos meses Xavier... comigo sempre aqui.És um raio de sol na minha vida.
04.12.18

DISSERAM QUE O NATAL TINHA CHEGADO À CIDADE

O Triângulo Perfeito
Que havia luzes de mil cores.E que as ruas estavam enfeitadas.E que havia um carrossel. E meninos a brincar.Mas naquele quarto não havia Natal.Só luzes fluorescentesE paredes brancasE um menino a chorar para fora.E uns pais a gemer para dentro.E dor. Muita dor. A toda a hora, a toda a hora. Disseram que o Natal tinha chegado à cidade.E havia balões e pipocas e algodão doce.E um circo. E as ruas cheias de gente.E havia música pelo ar.Mas ali não havia natal.Só agulhas e seringas. 
29.11.18

Sangue do meu sangue

O Triângulo Perfeito
Quando eu era pequena, a minha mãe adorava tirar-me fotografias, mas eu fugia dessas sessões a 7 pés.Detestava fazer pose, destestava vestir roupinhas... aquilo para mim era um tédio.... E era bem visível o meu "amuanço" nas fotografias. Ficava sempre de trombinhas, ah ah! Esta semana, a minha cidade estreou a decoração de Natal e achei que era engraçado tirar algumas fotografias ao Vasco tendo como pano de fundo as luzinhas e as várias atrações da época (comboio do natal, (...)
06.11.18

Rebuçados para a tosse (ou como o filho nos topa a léguas)

O Triângulo Perfeito
No domingo fomos ao hiper e, entre outras coisas, comprámos uns bonbons "Rafaelo" (adoro, adoro!). Fomos para o carro e, sorrateiramente, para o Vasco não ver (porque anda a comer demasiados doces) fomos comendo um a um.  A dada altura perguntei ao Vasco se ele queria uma banana porque reparei que estava com fome. - Não mama! Quero isso que tu estás a comer!- Isto? O quê? (cara de surpresa muito mal fingida)-.Esses coisos. Esses chocolates! (afinal, ele tinha reparado que estávamos (...)
05.11.18

Ultrapassei a barreira psicológica dos 4 meses

O Triângulo Perfeito
 O Xavier fez ontem 4 meses. E são 4 meses de amamentação exclusiva. Estou feliz, muito feliz. Acima de tudo sinto que o "pior" (dores iniciais, intervalos de amamentação super curtos) já passou. Agora sim: começo, finalmente, a desfrutar dos momentos a dois.Com o Vasco (1º filho) a "maminha" terminou aos 4 meses... por isso tinha estabelecido para mim própria uma meta pessoal. Tinha como objetivo ultrapassar esse timing no segundo filho.Dizia muitas vezes ao meu marido que se (...)
02.11.18

E foi assim... o nosso Halloween!

O Triângulo Perfeito
Organizar um Halooween a preceito tendo dois filhos pequenos não é fácil. Mas com um pouco de entusiasmo, organização e... ajuda dos avós (que durante uma tarde ficaram com os netinhos), consegui criar um ambiente muito giro e assustador cá em casa.Tudo começou dias antes com pesquisa na internet sobre receitas de Halloween. Com essa pesquisa fiquei a saber que a "halooween food" é todo um mundo paralelo de cor e diversão!Selecionei algumas receitas e pus mãos à obra. Que é (...)
22.10.18

Bullying: esse monstro invisível (2ºparte com a minha história)

O Triângulo Perfeito
No dia em que descobriu que a filha era vítima de bulliyng, a minha mãe estava na varanda do nosso apartamento a estender a roupa. A dada altura olhou para baixo e viu na rua, perto da paragem do autocarro, uma menina a ser pontapeada por um bando de rapazes e raparigas. Essa menina era eu. E o fenómeno já se vinha repetindo há alguns meses. Sempre no caminho da escola para casa.    A minha mãe desceu rapidamente para a rua e encarou o bando de agressores. Insultou-os (sim, sei que (...)
18.10.18

Sentindo o outono

O Triângulo Perfeito
Aqui há tempos, a turma do Vasco foi fazer uma desfolhada a uma quinta pedagógica. Ele adorou! Até trouxe uma espiga de milho para casa.Eu também quis contribuir para a "interiorização do outono".  Quero que ele viva, sinta, cheire e absorva a beleza desta estação.Por isso, num destes fins-de-semana, fomos passear pela aldeia da avó Licas.Ficam aqui as fotos...!