Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

A vida de uma família perfeitamente normal

O Triângulo Perfeito

A vida de uma família perfeitamente normal

28.12.18

10 coisas que acontecem sempre no nosso Natal

Ana
1- Não esperamos pela meia noite para trocar os presentes, porque as crianças estão super ansiosas e nós estamos ainda mais entusiasmados que elas. Por volta das 23:30, o pai natal já está a chegar a nossa casa.   2- Ninguém se entende quanto à forma de o pai natal "aparecer". Uns querem que ele bata à porta e fuja; outros, acham melhor ele aparecer na sala e deixar os presentes no tapete ; outros, acham que o melhor é os presentes aparecerem junto ao pinheiro de natal no dia (...)
27.12.18

Presentes de Natal: eles nem sempre gostam do que nós gostamos...

Ana
O Vasco pediu várias coisas ao "Pai Natal". Todos os dias surgia com uma ideia nova... Percebemos, com o tempo, que alguns brinquedos eram mais vezes mencionados do que outros. Entre pais, avós, tios e padrinhos conseguimos adquirir alguns. Ficou por terra o "carro gigante para eu andar lá dentro" porque ele já tem outros brinquedos do género e achámos que era mais do mesmo (para além do preço ser um estouro, né?) E também não teve "o faísca que se espeta contra uma parede e (...)
27.12.18

Vestidos para o Natal 2018

Ana
É tão giro vestir de modo natalício! Entre os verdes, brancos, vermelhos e dourados tão caraterísticos da época, este ano decidimos adotar o vermelho nas nossas indumentárias. No dia de consoada, os manos Vasco e Xavier vestiram de igual. Como parte do dia seria passada no exterior, usaram uma camisola muito quentinha que comprei na Zippy:       (Ainda vou ver se ponho aqui a foto do mano Xavier que foi tirada com a câmara do telemóvel e não com a máquina fotográfica)   (...)
21.12.18

Prendas difíceis de encontrar

Ana
No ano passado, ele pediu um carro azul... Andámos como doidos à procura do dito carro, já que por tradição de faíscas mcqueen e afins a maior parte dos carros para miúdos são vermelhos. Encontrei o carro azul numa loja de carros em miniatura (daqueles colecionáveis que custam um dinheirão) e ficámos todos felizes. Um bocado mais pobres, mas felizes. Chegou ao dia de Natal e estávamos ansiosos por ver a reação do Vasco ao desembrulhar a famosa prenda. O Vasco olhou (...)
20.12.18

Sou o Elfo Doméstico do Natal

Ana
Sempre gostei do Natal. Adoro o convívio familiar, a ceia, os risos, o barulho, a confusão e... as prendas, claro!  Mas ultimamente esta época tem perdido algum encanto. Primeiro, porque já faleceram todos os meus avós e deixámos de fazer a consoada na casa da aldeia. Sinto falta daqueles Natais em que se juntava toda a família à volta da lareira. Eram Natais tão humildes, tão simples, mas que sabiam tão bem. Segundo, porque tenho dois filhotes. Pelo que ouvi isto faz de mim (...)
14.12.18

Histórias mirabolantes

Ana
Temos o hábito de contar uma história ao Vasco, antes de ele ir dormir.  Não são histórias de livros; são totalmente inventadas por nós, com tudo o que de bom e mau isso pode trazer. A história preferida do Vasco, nas últimas semanas, é aquela em que 3 cães (Jonhy, Micos e Boby) e uma gata (Mia) vão dar um passeio ao centro da cidade e andam no carrossel. O Jonhy vai em cima de uma girafa, o Micos em cima de um cavalo, o Boby vai naquelas estruturas que estão sempre a girar (...)
12.12.18

Retrato de família

Ana
Estamos ansiosos por fazer uma sessão fotográfica de Natal, daquelas mesmo à séria com fotógrafos profissionais. Com aqueles cenários lindos, cheios de neve e de luzinhas... Mas todos os anos vamos adiando essa sessão. Num ano adiamos porque achamos que o miúdo ainda é muito pequeno (o Vasco no primeiro natal ainda só tinha 2 meses), noutro ano porque nos falta tempo... Ainda assim, sempre que nos apanhamos com um dia de sol e com uma máquina fotográfica na mão... zás! (...)
11.12.18

Lapsos Natalícios

Ana
- Vasco, o que queres que o Pai Natal de traga? - Quero um carro da polícia gigante para eu entrar lá dentro! - A sério? E onde é que viste isso? - No shopping. Naquela loja do shopping. - Ui... esse carro deve ser enorme... espero que caiba no nosso carro, sinceramente... - Mas não é o Pai Natal que traz?? No trenó?!! - Ah, pois... exato... o que eu queria dizer é que não estou a ver como é que o Pai Natal vai trazer o carro. Porque é muito grande e pesado. E ainda tem que (...)
04.12.18

DISSERAM QUE O NATAL TINHA CHEGADO À CIDADE

Ana
Que havia luzes de mil cores. E que as ruas estavam enfeitadas. E que havia um carrossel. E meninos a brincar. Mas naquele quarto não havia Natal. Só luzes fluorescentes E paredes brancas E um menino a chorar para fora. E uns pais a gemer para dentro. E dor. Muita dor. A toda a hora, a toda a hora.   Disseram que o Natal tinha chegado à cidade. E havia balões e pipocas e algodão doce. E um circo. E as ruas cheias de gente. E havia música pelo ar. Mas ali não havia natal. Só (...)
29.11.18

Sangue do meu sangue

Ana
Quando eu era pequena, a minha mãe adorava tirar-me fotografias, mas eu fugia dessas sessões a 7 pés. Detestava fazer pose, destestava vestir roupinhas... aquilo para mim era um tédio.... E era bem visível o meu "amuanço" nas fotografias. Ficava sempre de trombinhas, ah ah!   Esta semana, a minha cidade estreou a decoração de Natal e achei que era engraçado tirar algumas fotografias ao Vasco tendo como pano de fundo as luzinhas e as várias atrações da época (comboio do natal, (...)

Sigam-me também em