Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O melhor... para o melhor pai

Março 20, 2019

O Triângulo Perfeito

O Facebook encheu-se ontem de dedicatórias bonitas escritas pelas pessoas aos seus pais. Também eu, em tempos idos, fazia questão de escrever algo poético e sentido. Mas... nessa altura não tinha dois filhotes pequenos cheios de energia, a preencherem totalmente o meu dia-a-dia. Nem estava completamente exausta devido à privação de sono (durmo cerca de 4 a 5 horas por dia)... Se gostava de ter tido tempo e cabeça para escrever um texto? Claro que sim! E sei que o meu pai iria adorar. Mas para escrever algo verdadeiramente espetacular, precisava de ter um momento de tranquilidade no qual a inspiração surgisse. Não gosto de escrever sobre pressão. Entretanto pensei... Por que havemos de ser escravos de imagens icónicas e posts no facebook?! Haverão certamente outras formas de demonstrarmos o nosso carinho! Há uma coisa que o meu pai ainda adora mais do que um texto. Sabem o que é? Momentos felizes em família. Sei que o meu pai se sente realizado quando passa algum tempo rodeado pelos filhos, esposa e netos em ambiente de tranquilidade e harmonia familiar. Por isso... ontem... e já que a cabeça não conseguiu encontrar descanso suficiente para escrever um texto inspirado... decidi oferecer ao meu pai a melhor prenda... UM JANTAR EM MINHA CASA :) Não foi fácil, depois de um dia de trabalho, chegar a casa e operacionalizar tudo para poder receber pessoas. Tinha as camas por fazer, roupa espalhada por todo o lado, loiça na máquina, varanda toda cagada com cocó da nossa gata, a cozinha intransitável... Para além disso... não havia comida feita, ah ah! Eram 18 horas e tive que tomar uma decisão. Ou arrumava a casa e dava-lhe um ar fresh, ou cozinhava. Já não dava tempo pare fazer as duas coisas. Optei por arrumar a casa porque sei que a minha mãe se passa dos carretos quando vê confusão. Posto isto... decidi encomendar comida numa restaurante muito fixe aqui da zona. Limpei, aspirei, pus umas velinhas (dá sempre jeito quando a casa não está assim tãooooo clean), pus a mesa com o melhor serviço, arrumei brinquedos, levei o lixo à rua, dei um jeito à varanda... ... liguei um som ambiente com músicas dos anos 40 (sei que o meu pai adora) e fiquei à espera dos meus convidados! A família chegou (o mano, cunhada e filhos também vieram) e assim se passaram algumas horas de muito convívio e felicidade. Não sei se o meu pai teria preferido um texto poético. Mas esta foi a melhor prenda que nesta fase tão desgastante da minha vida lhe pude dar. Tudo o que fiz, foi com um carinho imenso. Com muito, muito amor para uma pessoa muito especial! ❤️ Oxalá, daqui a muitos anos, os meus filhos sigam o exemplo me ofereçam muitos momentos destes. Não há nada mais importante do que a família. E se eu, quando for velhinha, puder passar muito tempo com os meus filhos e netos... vou sentir-me realizada. Que acham?

Dia da Família

Maio 29, 2018

O Triângulo Perfeito

Já tinha referido noutro post, que o infantário do meu filhote optou por não festejar o Dia da Mãe/Pai. 

Em vez disso, estas celebrações foram substituídas pelo Dia da Família, fora da hora do expediente, para permitir a participação dos adultos.

Foi com imenso gosto que eu e o papá do Vasco nos deslocámos ontem à escolinha dele para participar nessa atividade.

Posso dizer que o Vasco adorou ter os dois pais presentes e, acima de tudo, a brincar com ele no recreio.

33944915_1784355588254311_4439824456856109056_n.jpg

A festa começou com uma atuação dos meninos maiores (3, 4 e 5 anos) que cantaram um tema alusivo à família. 

Seguiu-se uma mini aula de zumba, muita música para dançar, jogos tradicionais e ainda tivemos direito a uma fatia de bolo.

33944186_1784355124921024_1768069600030752768_n.jpg

 Vasco a "tentar" dar à corda para os outros meninos saltarem...

 

Acho muito importante este tipo de iniciativas. 

Sou a favor de tudo o que potencie e fortaleça os laços da família com a escola. 

Foi um momento feliz, de convívio entre pais, avós, irmãos, auxiliares e educadores.

Espero repetir a dose para o ano que vem!

Os pais deixam de vir à escola no Dia do Pai/Mãe

Setembro 12, 2017

O Triângulo Perfeito

pai_e_filho_4.jpg

A educadora do Vasco avisou que a partir deste ano, o infantário vai deixar de festejar o Dia do Pai/Mãe nos moldes tradicionais. 

Até agora, a data era assinalada com a elaboração de prendinhas, pelos miúdos, e com a vinda dos pais à escola para tirar fotografias e participar em algumas atividades. 

Contudo, se o momento era vivido com extrema felicidade por algumas crianças, para outras acabava por ser uma data marcante mas no sentido negativo.

É que nessa data, nem todos os pais podiam vir à escola...

Os miúdos ficavam tristes por ver que o pai dos seus amigos tinha vindo e os seu não aparecia (quem diz pai, diz mãe)

Esta era sempre uma data de emoções fortes. Mas não eram só risos. Também havia muitas lágrimas à mistura, por parte daqueles que não recebiam a visita do progenitor.

A educadora frisou que cada vez mais as famílias se têm vindo a afastar dos padrões tradicionais.

Há famílias monoparentais, começa a haver famílias com pais do mesmo sexo (homossexuais), e há casais que estão juntos mas em que um dos elementos emigrou, não podendo estar presente na festinha do filho. 

Claro que há famílias (e muito bem) que compensam a ausência do pai/ mãe naquele dia, levando o avô, o padrinho ou a tia à escola. Mas isso, apesar de atenuar um pouco o problema, não o resolve totalmente. 

Assim, a partir deste ano, o infantário do Vasco decidiu acabar com a vinda do pais no Dia do Pai/Mãe. Em lugar disso (e achei a ideia excelente!), a escola decidiu instaurar um "Dia da Família", aberto à comunidade escolar. 

Será uma festa, um momento de convívio entre educadores, auxiliares, crianças e seus familiares. Estão convidados os pais, mães, tios, primos, avós. Cada um traz consigo quem quiser!

Acaba-se assim com o drama do Dia do Pai/Mãe, mas mesmo assim a escola continua aberta à comunidade, envolvendo os familiares dos meninos. 

Eu gostei da ideia. E vocês, o que pensam disto?

 

A prenda maiiiiii gira!

Abril 01, 2017

O Triângulo Perfeito

Sei que o tema "Dia do Pai" já vem atrasado, mas um período de intenso de trabalho e a mais recente bronquiolite do Vasco, impediram-me de vir aqui mais cedo.

 

Já aqui tinha falado, no post anterior, que para além da "prenda útil", o papá Z. teve também direito a uma prenda fofinha. E tal como eu previa, ESTA PRENDA ele adorou!

 

17692604_1383888674967673_329792746_o.jpg

 

Trata-se uma tela, no formato 30x40 com as melhores fotografias que o Z. e o V. tiraram no último ano. Estão giras, não estão?

 

Inicialmente, como se pode ver, coloquei a tela em cima do piano lá de casa. Depois, senti que não ficava assim tão bem e passei para o quarto do Vasco.

(PS- estou cheia de inveja e a desejar que "alguém" me faça uma surpresa semelhante no Dia da Mãe...)

 

Sei que em qualquer loja de fotografias se pode fazer uma tela destas, mas por comodidade e de modo a evitar deslocações, escolhi uma empresa que trabalha online: a Dreambooks

 

Em relação ao site deles, achei tudo muito simples e intuitivo (já tinha experimentado o site da Hoffmam e apesar de me parecer mais profissional, não me senti tão à vontade). 

 

Para além disso, este site tem uma enorme vantagem: a compra pode ser feita de modo muito simples numa caixa multibanco, pois assim que fazemos a encomenda é gerada uma referência automática.

 

 

Sinceramente, não sei se, neste momento, a Hoffman já tem esta funcionalidade, mas aqui há uns anos não tinha e tudo tinha que ser pago por cartão de crédito o que era uma chatice...

 

A pontualidade também foi um aspeto de que gostei bastante na DreamBooks. Cerca de uma semana após a encomenda... plim, lá estava ela no local que escolhi para levantamento do embrulho.

 

Deixo ficar mais algumas fotos deste momento feliz entre pai e filho... :)

 

17500122_1378820835474457_370734252_o.jpg

17521987_1378821145474426_411167893_o.jpg

 

Sapatilhas de quê??

Março 23, 2017

O Triângulo Perfeito

17431482_1375635395793001_1435320662_o.jpg

 

Estou a ver este bebé? Estão a ver este saco? Pois é. Parece que vamos ter que ir trocar uma das prendas que demos ao papá no domingo passado!

 

É que a mamã, pelos vistos, não tem jeito nenhum para escolher sapatilhas! :) 

 

Depois de ter passado quase três quartos de hora numa loja de desporto, pensei ter finalmente encontrado as sapatilhas ideais... Eram giras, eram confortáveis, eram sóbrias... e acima de tudo tinham umas barras pretas que condiziam perfeitamente com o fato de treino do maridão.

 

Mas (e ainda dizem que escolher presente para mulher é difícil) quando o Z. abriu a caixa... percebi que a escolha não tinha sido assim tão boa: 

 

- Por que é que me estás a dar umas sapatilhas de futebol de salão?

- Sapatilhas de quê?

- Futebol de Salão, sim. Não vês que têm esta sola antiderrapante na parte da frente? É para não escorregar...

- E não podes andar com elas na rua? Se são antiderrapantes até te ajudam, com o tempo que tem estado ultimamente. Assim não escorregas no piso molhado da chuva...

- Hum... não. Não havia outras?

 

Sim, havia outras... havia dezenas de outras sapatilhas! Mas eliminei as que tinham pitões porque não davam para andar na rua. Depois eliminei aquelas cheias de cores porque me fazia confusão todo ruído. E depois vi umas giras, mas deu-me a sensação que ele já tinha outras iguais...

(ainda tive que ouvir "olha até me podias ter dado as que tinham pitões, dava para eu jogar futeboll". Grrrr!!)

 

Bem... o que vale é que na loja há imensa oferta. E desta vez não somos nós (bebé e mamã) que vamos escolher. Vai lá o papá que assim já não se queixa!

 

O que vale é que ainda sobraram duas prendas do dia do pai: umas meias para jogar futebol daquelas que vão até cima dos joelhos (deve haver um nome específico para estas meias, mas a minha cultura desportiva não chega a tanto) e a prenda FOFINHA!

 

A prenda fofinha foi encomendada e só chega amanhã! Mortinha por mostrar aqui no blogue. Posso não ter jeito para material desportivo, mas este presente sei que o pai Zé vai A-DO-RAR!!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me também em

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D