Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

A vida de uma família perfeitamente normal

O Triângulo Perfeito

A vida de uma família perfeitamente normal

13.05.20

Reencontro com os avós

Ana
Durante quase 50 dias cumprimos o isolamento de forma criteriosa. Só saímos para dar uns passeios na floresta ou à volta do prédio e durante esse tempo não houve contacto com ninguém. Nem mesmo da família. Vasco e Xavier passaram quase dois meses sem contactar com os avós. Mas já devem ter reparado que nos últimos dias isso mudou. Devem ter visto pelas fotos desta página e também do instagram que os miúdos têm andado pelo jardim dos avós paternos (e que bem lhes tem sabido). (...)
31.03.20

Dia 17: ajudar o próximo

Ana
A covid-19 poderá ter mudado muitas coisas neste mundo. Mas há coisas que continuam iguais. Continuam a existir pessoas com dificuldades e a precisar da nossa ajuda. Agora, se calhar, mais do que nunca! Ontem foi dia de dar o meu modesto contributo ao Refood. E vocês? Já ajudaram a Refood a ajudar quem mais precisa? Se cada um de nós contribuir um pouquinho, no final "tudo irá correr bem". Abraço!❤️🌈    
22.03.20

Numa semana...

Ana
Os meus filhos passaram a acordar às oito ou às nove da manhã, em vez das sete da manhã habituais. Vão para a sala, brincam um com o outro e já não há ninguém a dizer "despacha-te que temos que ir para a escola!". Tomam o pequeno-almoço com calma e continuam a brincar, explorando agora com muito mais detalhe os brinquedos que receberam nos anos e no natal. Fazemos brinquedos novos com material reutilizado. Em apenas 7 dias começámos a olhar para todas as caixas, fitas, (...)
15.03.20

Separados.... mas mais unidos que nunca!

Ana
Os nossos bisavós viveram no tempo da primeira guerra mundial, evento que mobilizou milhares de soldados. Os nossos avós, por sua vez, vivenciaram a segunda guerra. Um acontecimento que pôs meio mundo a combater! E a nossa geração? O que temos nós para contar? Bem... Nós experienciámos a passagem do covid -19 pelo planeta. Um evento que fez o mundo parar. Durante muito tempo, pediram-nos para agir heroicamente. Para fazer coisas! Para irmos para a rua com cartazes, para fazermos (...)

Sigam-me também em