Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Outubro 27, 2019

O Triângulo Perfeito

Acho que ainda não disse aqui quais as atividades que escolhi para o Vasco este ano.
Na escola mantivemos o inglês, a ginástica e a música. Abandonamos o yoga durante um ano.
Fora da escola, inscrevemos na natação e no futebol. Cada atividade apenas uma vez por semana.
Para o ano gostaria de iniciar o Vasco nas artes. Talvez música a sério ou artrs plásticas. Há uma escola muito boa de artes plásticas na nossa cidade e estou a ponderar.
E vocês? Em que inscreveram os filhotes ?

 

Abril 16, 2019

O Triângulo Perfeito

Não sei se vos contei, mas há cerca de 3 semanas fomos com o Vasco a um daqueles espaços infantis que têm trampolins e insufláveis.

Estava um dia de chuva e não sabíamos muito bem como ocupar o tempo, por isso resolvemos experimentar aquele sítio que fica bem perto de nossa casa.
O facto de ser uma pavilhão fechado foi decisivo, pois era abrigado da chuva e do vento.

O preço era acessível e as zonas de brincadeira pareceram-nos engraçadas. Mas logo na bilheteira tivemos um choque!
A empregada que nos atendeu era para lá de antipática. Estava com umas trombas do chão até ao teto e nem um sorriso nos deu.

Depois de nos explicar as regras (sempre com ar carrancudo), orientou-nos para o local onde o Vasco teria que tirar os sapatos.

- Os pais também não podem ir calçados!! - rosnou-nos com agressividade.

Lá calçamos as pantufas de papel (tive um flashback das vezes em que fui à ginecologista e tive que calçar aquilo) e entrámos no recinto.

O Vasco divertiu-se bastante, mas sempre sob o olhar reprovador da rapariga que, certamente, já deve ter tido más experiências com outros miúdos e devia estar ressabiada.

Estava uma festa de anos a decorrer no recinto e essa mesma funcionária ficou encarregue de fazer as pinturas faciais aos meninos
Quando uma mãe lhe pediu (com toda a educação) que salientasse mais a cor das bohechas da sua filhota porque queria tirar umas fotos giras... as trombas da funcionária aumentaram ainda mais.

Imediatamente, disse ao meu marido. Nunca, mas nunca iríamos fazer ali a festa de anos dos nossos pequenos!!

Para além do espaço necessitar de algumas obras de remodelação, as funcionárias estavam quase todas (exceto uma, abençoada miúda) com um ar contrariado.

Apeteceu-me dizer à funcionária que se não queria estar ali, mais valia ir embora e ceder o seu lugar a outras pessoas mais motivadas!

A verdade é que para se trabalhar com crianças é preciso talento, alegria e motivação. Não é qualquer pessoa que tem essas caraterísticas...

Os responsáveis por aquela empresa de diversão deveriam ter tido mais cuidado quando fizeram as entrevistas para contratar pessoal.

No fim da sessão, quando nos despedimos, a funcionária atirou-nos com um único sorriso do dia. Basicamente, só ficou feliz quando nos fomos embora (foi essa a sensação com que fiquei).

Apesar de tudo, o Vasco passou bons momentos.

Deixo aqui algumas imagens dessa experiência.

IMG_1847 (1).JPG

IMG_1852.JPG

 

IMG_1855.JPG

 

IMG_1838.JPG

IMG_1842.JPG

Outubro 07, 2018

O Triângulo Perfeito

Hoje foi um dia especial...fomos visitar um quartel dos bombeiros!

Como quase todas as crianças, o Vasco tem uma paixão enorme por estes profissionais e já andava há algum tempo a pedir para "ver os carros por dentro".

Felizmente, existe um quartel perto de nossa casa. Esta semana, conseguimos encontrar algum tempo para ir lá dar uma saltada.

Acreditem, foi uma das atividades mais giras que fizemos nos últimos tempos. Tão simples e tão produtiva!

Fomos super bem recebidos (não podiamos ter sido melhor acolhidos) e tivemos direito a uma visita guiada. 

O Vasco entrou nas ambulâncias, subiu aos carros dos bombeiros, usou um capacete, ligou uma sirene, viu as mangueiras... e ainda fez de conta que estava a falar num Walkie-talkie.

Eu aproveitei a deixa e... experimentei tudo também! É ver as fotos no nosso instagram, dá para perceber o quanto gostámos da peripécia.

Não tinha a noção de que os carros dos bombeiros eram tão altos. Se subir para eles era fácil, já para descer... nem por isso. Concluí que se quisesse ser bombeira, antes do fogo teria que vencer primeiramente o meu pavor das alturas. 

O Vasco estava entusiasmado e fez imensas perguntas. Corria de carro para carro e queria subir para todos (o que acabou, no fim, por ser um pouco extenuante).

Ficámos a saber que as Escolas de Bombeiros acolhem miúdos a partir dos 6 anos e que lhes transmitem formação até aos 18 anos. Só a partir dessa idade é que se pode, oficialmente, ser bombeiro. Até lá, há muita formação para a saúde e para a cidadania.

Uma das bombeiras que nos fez a visita guiada tinha 23 anos. Disse-nos que já estava há uma década naquela instituição. Tinha, portanto, começado aos 13, como infante numa escola de bombeiros.

Os olhos do Vasco brilhavam... e eu pus-me a pensar se a entrada para uma destas escolas não seria uma boa ideia.

Claro que, como mãe, o meu coração treme só de pensar no meu filho a apagar fogos num grande incêndio... Mas penso que a formação que os miúdos recebem poderá ser uma mais valia para o seu futuro.

Entre aprender primeiros socorros e perceber a importância do voluntariado, muitas vantagens resultam da frequência numa destas escolas. 

Deixo-vos aqui um link para conhecerem uma das escolas de bombeiros do nosso país (não foi esta que visitámos).

Nós, pais, temos o hábito de matricular os nossos filhos em atividades muto convencionais (futebol, música, ballet), mas às vezes também é giro pensar um bocado fora da caixa. E os resultados poderão ser excelentes!

https://www.tsf.pt/sociedade/interior/uma-escola-para-pequenos-bombeiros-9249852.html

 

 

 

 

Fevereiro 16, 2018

O Triângulo Perfeito

A convite de um casal amigo fomos, no passado domingo, ao museu do FC Porto. O objetivo? Participar numa oficina temática na sala infantil "Terra do Dragão".

 

Como estavamos no Carnaval, o tema da oficina era a criação de máscaras. Posso dizer que nos divertimos imenso e já estamos prontos para repetir a experiência. 

 

Já conhecem estas oficinas no museu do Dragão? São excelentes atividades para quem mora perto do Porto e quer fazer algo diferente nestes dias chuvosos.

 

Deixo aqui o link para estas oficinas (reparem que no dia 24 vai haver um teatrinho de marionetas, parece giro!)

http://www.fcporto.pt/pt/museu/Pages/Eventos.aspx#ancora_topo

 

E agora... as fotos que ilustram o quanto nos divertimos!

 

sin (1).jpeg

received_1858874974153708.jpeg

received_1858876297486909.jpeg

received_1858876007486938.jpeg

received_1858876017486937.jpeg

received_1858876044153601.jpeg

received_1858876264153579.jpeg

 

Agosto 12, 2017

O Triângulo Perfeito

Já chegou o novo elemento da família! É verde, é fofinho e, cá em casa, todos lhe querem fazer festinhas (gatos incluídos...)

 

20795020_1512218175468055_1428725020_o.jpg

 

Já tinha dito neste post que gostava que o bichinho tivesse um nome divertido.

Aceitei a sugestão da blogger A Desconhecida. Vai chamar-se... tcharam....

 

Pintarolas!!

 

Espero que tenha uma vida rica e abençoada!

O Vasco está todo contente com a novidade. E até já ajudou a dar-lhe de comer. 

 

Bem-vindo Pintarolas!!

 

Sigam-me também em

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D