Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

A vida de uma família perfeitamente normal

O Triângulo Perfeito

A vida de uma família perfeitamente normal

22.06.18

Vou ter saudades disto

Ana
  Já aqui disse que o Vasco gosta muito de apanhar flores para dar à família. É flores para a mamã, é flores para o papá, é flores para a vovó... Não perde uma oportunidade. Sempre que vê uma... zás!! Vai logo tentar arrancar! Já lhe expliquei que algumas flores se podem arrancar e outras não (nomeadamente, as dos jardins municipais, essas convém deixar quietinhas). Mas ele é muito feroz na operação "arrancamento".   Gosta tanto de oferecer flores que fica um bocado (...)
21.06.18

Apetece-me congelar o tempo

Ana
Adoro o meu filho, com um amor crescente desde o dia em que nasceu. Já passou por fases complicadas (choro, cólicas...), outras fases mais pacatas. Mas se pudesse escolher uma fase para "congelar no tempo", seria exatamente... agora! Olho para ele e não quero que cresça mais. Sei que é um sentimento transversal a muitas mães. Apetece-me conserva-lo sempre nesta idade: 2 anos e 7 meses. E fico com medo. Ás vezes tenho medo de me esquecer disto tudo, destes momentos. Por isso tiro (...)
19.06.18

Coisas que ele diz

Ana
 Vasco brinca com a sua mota, simulando um acidente na estrada. Eu entretenho-me a ouvir.   - Ti-no-ni, ti-no-ni! Vem aí a ambulância. Esta mota está muito ferida! - grita alto. - Ti-no-ni, ti-no-ni... Oh... já não foi a tempo... morreu!... - exclama fingindo angústia.   - Quem é que morreu? - pergunto, sem conseguir manter-me neutra. - A mota, mamã. Estava muito ferida.. Foi para o Céu das Motas.