Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Sem mais, nem menos!!

Junho 11, 2019

O Triângulo Perfeito

Foi assim de repente. Sem qualquer sinal de que ia acontecer.

O Vasco chegou ao pé de nós e disse que não ia usar mais chupeta.

Desconfiámos da sua boa vontade, mas a verdade é que no sábado à noite já dormiu sem ela.

No domingo voltou a repetir a proeza e hoje outra vez!

Nem sei que vos diga. Estou super admirada com a forma como tudo isto aconteceu.

Eu e o Zé já tínhamos planeado que íamos usar as férias do verão para tentar retirar a chupeta. Ou seja, a ideia era aproveitar o facto de o Vasco ficar mais cansado (por causa da praia e piscina) e assim conseguir adormecer sem esse aconchego.

Mas... o miúdo trocou-nos as voltas!  Afinal, decidiu sozinho e sem qualquer drama.

Penso que para isso terá contribuído o facto de o vizinho da frente (grande amigo dele) que tem a mesma idade, ter deixado de usar chucha há cerca de um mês.

Sempre que se encontravam os dois no elevador, o M. dizia ao Vasco que já não usava chucha e o Vasco, envergonhado, acabava por tirar a chupeta da boca. Nos últimos tempos, ficava tão aborrecido que, mal via o amigo, ia logo esconder a chupeta na mochila )

A gota de água foi quando o vizinho de cima (que tem 4 anos) o encontrou na garagem e, sem dó nem piedade, lhe disse que ele era "bebé" por usar chupeta.

O Vasco fez-se de forte e fingiu não dar importância ao que o amigo disse, mas eu sei que todos estes acontecimentos acabaram por funcionar como uma bola de neve. E o resultado... deixou de querer a chucha, yeiii!

No domingo de manhã, fiz-lhe uma festa enorme por deixar a chupeta e dei-lhe uma prenda que ele adorou... (falarei dela mais à frente).

Hoje, na escola, já avisei as auxiliares que o Vasco já não usa chucha. Toda a turma bateu palmas e ele foi muito elogiado.

Estou feliz, mas um pouco nostálgica. Este foi mais um passo do meu pequenote que, dia após dia, tem vindo a crescer e a deixar de ser bebé.

Sei que é estranho, mas sinto uma certa melancolia... A chupeta era um símbolo da infantilidade do Vasco e agora sinto que cada vez mais ele está a voar para longe. É como se o estivesse a perder...

Não me importo que ele abra as asas e aprenda a voar. Mas espero que nunca deixe de voltar ao ninho!

Cá estou e sempre estarei para fazer o papel que antes a chucha fazia. Para lhe dar mimos, carinho, segurança e aconchego!

Eu sei... só uma mãe para ficar nostálgica com o abandono da chupeta não é? Já o pai ficou todo contente e diz não perceber este cocktail de sentimentos... 😀😔🥳🤨

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me também em

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D