Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

O Triângulo Perfeito

27 de Dezembro, 2020

Relativizar... é preciso

O Triângulo Perfeito

Sentada a tomar café na pastelaria habitual, deparo-me com a manchete de uma revista: "2020, o ano em que tudo parou".
De facto, foi um ano de merda se pensarmos nas limitações impostas às várias liberdades, ao encerramento de parques, teatros e outros locais que visitávamos com tanto prazer, à obrigatoriedade de andar de máscara.
Mas depois... penso. Penso como é importante relativizar tudo.
Enquanto estava na ceia de natal com os quatro avós do Vasco presentes (devidamente distanciados), rodeada dos meus filhos e companheiro... Penso que não pode haver nada melhor que isto e que estamos todos tão mergulhados no negativismo de 2020 que não damos por ela. Não damos por ela que o ano pode ter sido difícil, mas mau mesmo foi para aqueles que perderam pai ou mãe, que viram partir filhos sem explicação, que sentiram a dor de ver pessoas próximas adoecer sem conseguir fazer nada para travar a doença.
Este ano foi mau para aqueles que viram a saúde deteriorar-se por falta de apoio médico, para os que se viram repente no desemprego por causa da pandemia, para aqueles a quem falta pão para comer.
Para os outros, o ano não foi mau. Foi só mais ao menos.
De um ano mais ou menos a gente recupera. De um ano mau, ficam marcas que a vida vai demorar a apagar. 

 

Sigam-me também em

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.