Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Qui | 13.12.18

Papas caseiras: é errado comprar a farinha dos cereais?

O Triângulo Perfeito

farinha-de-aveia-1kg-aveia-em-flocos-finos-1kg-D_NQ_NP_948145-MLB27063047988_032018-F.jpg

 

Já vos disse noutros posts que ando numa onda experimentalista e tenho pesquisado imenso sobre papas caseiras. 

Depois de ver algumas receitas percebi que me faltavam  ingredientes básicos para a confeção dessas papas, como milho, a quinoa, o centeio e a aveia.

Fui ao hipermercado, à seccção dos produtos biológicos e comprei muitos destes ingredientes na versão "farinha". Saí de lá toda contente, a achar que tinha feito uma grande coisa :)

Portanto, comprei farinha de milho, farinha de aveia, farinha de arroz... etc. 

Só que entretanto cheguei a casa e deparei-me este artigo do blog "Na cadeira da papa" . Depois de ler o artigo percebi que não tinha feito a melhor opção ao comprar as ditas farinhas. Que seria muito mais saudável para o bebé se eu tivesse comprado os mesmos cereais em flocos e depois demolhasse.

Assim muito rapidamente, o que percebi é que os grãos dos cereais são compostos por várias secções e cada uma destas seccções (farelo, endosperma e gérmen) fornece nutrientes específicos. Ao usarmos as farinhas, não conseguimos aproveitar a totalidade desses nutrientes. Portanto, o bebé fica prejudicado.

Segundo o que li no blogue e passo a transcrever:

 

"Quando o grão é transformado em farinha, perde o farelo e o gérmen, pois são partes muito rijas e de difícil moagem, logo são excluídos. A clássica farinha branca é puramente endosperma, baixa em fibras, vitaminas e minerais." (in Cadeira da Papa)

 

O mesmo raciocínio se aplica ao tamanho dos grãos. Certamente já terão visto nos hipermercados e lojas de produtos biológicos embalagens de aveia em flocos finos e embalagens de aveia em flocos grossos. Segundo o blog da Cadeira da Papa, devemos optar pelos flocos grossos pois, uma vez mais, conservam a totalidade dos nutrientes:

 

"Quando consumimos o grão inteiro, temos a certeza que estamos a consumir estas 3 partes do grão. Contudo, os grãos são de difícil cozedura, podendo levar até 1h a ficarem suaves para serem consumidos. A alternativa que temos são os flocos grossos, que resultam do esmagamento do grão de cereal. Assim, conservamos grande parte do valor nutricional do grão, com a vantagem de uma cozedura muito mais rápida (rondando os 10 minutos). Os flocos finos, alguns com a indicação de “pronto a consumir”, são flocos mais partidos e com maior perda de partes do grão original, sendo o subproduto mais pobre que o floco grosso."

 

Portanto, depois de ler este artigo percebi que ainda tenho muito que aprender em relação à confeção de papas caseiras!

Claro que agora não vou deitar fora as farinhas que comprei porque na realidade até são práticas (e devido à sua consistência suave, poderão ser úteis nestes primeiros dias de introdução de comida sólida) mas assim que acabar os pacotes vou experimentar usar as mesmas versões destes cereais mas... em flocos.

Sempre a aprender!  :)