Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Objetos de Transição

Os objetos de transição conferem equilíbrio e transmitem segurança à maioria das crianças. Umas gostam de ter o seu doodoo na hora de ir deitar; outras preferem a chupeta; outras ainda têm um peluche, uma fralda ou um cobertor de estimação. 
Estes objetos podem ainda ser necessários noutras ocasiões, como por exemplo, em momentos em que a criança está mais nervosa ou a adaptar-se a novas situações (como a entrada no infantário).

 

O Vasco tem imensos objetos de transição... É o seu tau-tau (cobertor fofinho) que necessita mesmo para dormir, é a chupeta na hora de deitar e, muito recentemente, juntou à lista... dois ursinhos de peluche.

Embora ache que é um exagero haver tanta bonecada, a verdade é que ele fica super fofinho a arrastar os amiguinhos dele pela casa fora, embrulhados no cobertor.

O nosso filhote dorme sozinho no quarto desde os 4 meses e há três meses mudou para a "cama grande" como ele gosta de lhe chamar. Acredito que todos estes objetos são uma forma de encontrar segurança, de sentir-se protegido ao longo da noite. Por isso, entendo que se ele se sente bem dormindo rodeado de tralha.. que assim seja :)

IMG_20161211_111200.jpg

 

Reparei, entretanto, que o Xavier não tem nenhum objeto de transição. Não usa chupeta (nunca quis), não tem uma fraldinha, não gosta de nenhum cobertor em especial... Não sente especial afeição por nenhum ursinho... Nada.

A verdade é que é mais tranquilo e tem uma capacidade de auto-regulação que o irmão não tinha na idade dele. Contudo, preocupa-me o facto de estar quase a entrar para a creche e de não ter, enfim, nenhum objeto a que se agarrar como forma de consolo nas horas de aflição.

 

Como é que ele vai ser acalmado quando estiver mais agitado?

Em casa, há muito colinho e uma maminha sempre disponível nas horas críticas. Mas na creche, isso não vai ser possível. Acalma-me apenas o facto de as educadoras e auxiliares serem super carinhosas e atentas. Entretanto, tenho um doodoo que me veio de brinde pela aquisição das fraldas Bambo e ando a tentar que ele se afeiçoe. É um fofinho, pouco volumoso e de um tecido super suave por isso... pode ser que pegue. 

Vamos ver... :))

Sigam-me também em

3 comentários

Comentar post