Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Não te percas de TI

Passas os dias à espera de ter tempo para ti.

Tempo para jantar, tempo para tomar banho. Tempo para ver aquele filme na TV. Tempo para telefonar às amigas. Tempo para deitar no sofá sem fazer nada. Tempo para respirar.

E então... um dia... esse momento mágico chega.

Consegues organizar tudo para poder desfrutar de um tempo só teu.

É agora... É já!!

E tu só tens que aproveitar aquelas duas horitas de lazer.

E depois... ficas completamente desorientada. Tens tantas opções e, ironicamente, não sabes o que fazer com as horas livres.

Percebes que tens passado dias e dias a ser apenas MÃE. Minuto após minuto, sempre a pensar no bem estar do outro. Já não estás habituada a pensar em ti. Sentes-te perdida.


Já não sabes ser TU. É como se tivesses deixado de existir. Como se a pessoa que tu eras, antes de ser mãe... tivesse morrido para sempre.

Mas sabes uma coisa? Essa pessoa não morreu. 
Ainda existe e quer regressar. Só está... adormecida.

Por isso... pega nos momentos em que podes relaxar e respira fundo. 
Pára um pouco. 
Descansa. 
Deixa os pensamentos voarem.
Dá asas aos sentimentos reprimidos. 
Ri ou chora consoante te apetecer.

Deixa que o teu EU volte a reinar.

Porque tu és mãe. Mas antes disso foste tantas outras coisas. E depois disso, também serás. Acredita.

A maternidade é uma viagem sem mapas. Uma viagem bonita mas labiríntica. 
Não te percas de ti durante o caminho.

Não te percas de ti.

IMG_1222 (2).JPG

Sigam-me também em

4 comentários

Comentar post