Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

"Mamã, tu já sabes que eu não consigo comer nas festas!"

Junho 11, 2019

O Triângulo Perfeito

É verdade... sempre que vamos a uma festa ou a um restaurante mais barulhento, o Vasco recusa-se a comer.

Por mais que tentemos, não consegue estar mais que 5 minutos sentado à mesa, com tanta agitação.

A verdade é que só conseguimos que fique parado se lhe pusermos um vídeo no tablet...

Ontem foi um desses dias. Fomos à comunhão da prima Sofia e a comida estava deliciosa!

Primeiro, o Vasco recusou os rissóis dizendo que eram de camarão (não eram nada, eram de carne!).

Depois, recusou a patanisca porque estava quente (não estava nada, estava morna!).

A seguir cuspiu um bocado de panado porque "tinha crosta" e quando eu já estava a ficar com os nervos ao rubro decidiu que a única coisa que ia consumir era... alface! Alface??

Sim. Só alface. Mas tinha que ser da lisa. Da frisada já não queria.

Passando para a refeição principal, vamos lá ver... primeiro não quis o puré. Depois rejeitou a carne estufada porque tinha "restos de puré na colher"... E assim foi, sempre a colocar defeitos de prato em prato...

Eu sei... eu sei o que vocês devem estar a pensar... Muito mimo, não é?

Mas a verdade é que este miúdo sempre foi assim. E quem lê este blogue há mais tempo, sabe o que eu tenho passado, e conhece as estratégias mais ou menos criativas que já encontrei para o fazer comer.

O que vale é que agora quando vamos para as festas já estamos prevenidos. Em casa, vai logo um prato de sopa ou duas peças de frutas antes de sair para a festa, que é para depois não passar fome.

Quando o Vasco chegou a casa, no fim do dia, claro está que tinha a barriga a dar horas. Atacou uma malga enorme de leite com bolachas e comeu até rebentar.

Perguntei-lhe porque é que que não tinha comido nada na festa.

- Afinal, se estavas com tanta fome por que não comeste? É que nem a gelatina foi desta vez! - disse-lhe.

- Mamã... - diz-me o meu filho de 3 anos com ar condescendente - Não sei porque é que insistes! Tu já sabes que eu não consigo comer nas festas...

E rebola os olhos com ar de superioridade.

Unf!! Estão a ver a minha cruz? 

IMG_2168.JPG

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me também em

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D