Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Lado a lado

Julho 12, 2019

O Triângulo Perfeito

No infantário que o meu filhote frequenta, estas duas semanas foram de praia, de sol e de mar.
Todas as manhãs, as educadoras e auxiliares metiam os meninos num autocarro e rumavam para uma certa praia aqui do norte do país.
Tirando aquele dia em que se baldou à praia por estar cansado, o Vasco adorou.
Sei que muitas mães por esse país fora ficam preocupadas na altura em que os miúdos vão à praia com a escola.
É natural ter medo e ficar a pensar em todas coisas más que podem correr mal nessas viagens. Faz parte do pacote de ser mãe/pai.
Amor, dedicação e medo… vem tudo na mesma encomenda :)
Mas eu digo-vos com toda a convicção: não fiquem stressadas. Porque os vossos filhos, regra geral, quando vão à praia com a escola, estão em boas mãos.
Sou mãe, mas também sou professora. E neste momento, faço parte do ATL da minha escola.
Algumas vezes por semana faço parte da equipa que leva os meninos dessa escola à praia.
É uma grande responsabilidade levar crianças em passeio, seja para a praia, seja para outro lugar qualquer. E as educadoras sabem isso.
Por isso é que há regras muito rígidas- Há filas que não se podem desfazer, há horários fixos para banhocas e para lanche. há toda uma série de rotinas.
São essas regras que tornam toda a dinâmica mais segura.
Hoje estive lado a lado com o meu filho.
Bem… lado a lado talvez seja um exagero. Estivemos separados por cerca de 500 metros.
Eu fui levar os meninos da minha escola à praia e o Vasco esteve exatamente na praia com a escola dele. Apenas meio quilómetro ao lado.
Durante a manhã, enquanto vigiava o grupo da minha escola, eu olhava de vez em quando para sul, para o lugar onde sabia estar o meu filho com o infantário dele.
Não o via, dada a distância, mas podia imaginar o cenário :)
Enquanto os "meus" miúdos brincavam e riam no mar, imaginei o meu filho a rir e a chapinhar na água, lá ao longe.
Enquanto lanchávamos, pensei que se calhar naquele momento o meu filho estaria também a trincar qualquer coisa.
Não me senti amedrontada, nem ansiosa, nem preocupada.
Se o meu rebanho está em boas mãos, então o Vasco também esteve seguro durante estas duas semanas.
Porque o cuidado que eu ponho naquilo que faço, será certamente o mesmo cuidado que os outros têm com o meu rebento.
É assim que eu penso.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me também em

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D