Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Abril 30, 2017

O Triângulo Perfeito

18 meses depois do Vasco nascer, lá comecei eu a frequentar de novo o ginásio. Foi uma das primeiras resoluções desta primavera.

Como não morro de amores pelo exercício físico, devo dizer que está a ser um verdadeiro sacrifício, atenuado apenas pelo facto de, desta vez, ter escolhido um ginásio em condições com professores impecáveis e um bom ambiente.

 

Até há bem pouco tempo, os únicos resultados eram umas valentes dores nos glúteos e nos abdominais. Mas entretanto, tudo mudou. Percebi que andar no ginásio compensa mesmo. Vou explicar...

 

Na sexta-feira, por volta das 10 da manhã fui ao mini-mercado que fica ao lado da minha escola para comprar lixívia, substância de que necessitava para uma experiência do Clube da Ciência. Comprei a lixívia, regressei à escola toda contente e, estava na sala dos computadores a ultimar um protocolo, quando me ligam para o telemóvel.

 

Não conhecia o número, mas ainda bem que atendi:

- Estou sim, foi você que perdeu um porta-moedas azul?  - perguntaram do outro lado

- Hum... não sei deixe ver... - perplexa, fui remexer na minha mala. E... o meu porta-moedas azul não estava lá! Tinha-o deixado cair no regresso do mini-mercado e nem me apercebi.

- Olhe... nós encontramos o seu porta-moedas no chão e entregamos aqui na pizzaria. Venha cá buscar quando puder....

- Vou já aí, obrigada! - e lá fui eu a correr.

 

No caminho para a dita pizzaria (que ficava mesmo ao lado do mini-mercado) pus-me a pensar:

- Ok... encontraram o meu porta-moedas. Mas...como raio é que descobriram o meu número de telefone para me ligarem?

Chegando à pizzaria, o mistério desvaneceu-se pelas palavras de uma senhora simpática e sorridente que segurava o meu bem mais precioso na mão:

- Olhe menina, foi simples arranjar o seu número! Você tinha no porta-moedas o cartão do seu ginásio. Ligámos para o ginásio e eles deram-nos o número!

 

E lá voltei eu a ter o meu porta-moedas. Graças ao ginásio!

Resumo da história: andar no ginásio compensa. Eh , eh!

Sigam-me também em

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D