Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Ir ao gínásio já começou a compensar (sorte do caraças!)

18 meses depois do Vasco nascer, lá comecei eu a frequentar de novo o ginásio. Foi uma das primeiras resoluções desta primavera.

Como não morro de amores pelo exercício físico, devo dizer que está a ser um verdadeiro sacrifício, atenuado apenas pelo facto de, desta vez, ter escolhido um ginásio em condições com professores impecáveis e um bom ambiente.

 

Até há bem pouco tempo, os únicos resultados eram umas valentes dores nos glúteos e nos abdominais. Mas entretanto, tudo mudou. Percebi que andar no ginásio compensa mesmo. Vou explicar...

 

Na sexta-feira, por volta das 10 da manhã fui ao mini-mercado que fica ao lado da minha escola para comprar lixívia, substância de que necessitava para uma experiência do Clube da Ciência. Comprei a lixívia, regressei à escola toda contente e, estava na sala dos computadores a ultimar um protocolo, quando me ligam para o telemóvel.

 

Não conhecia o número, mas ainda bem que atendi:

- Estou sim, foi você que perdeu um porta-moedas azul?  - perguntaram do outro lado

- Hum... não sei deixe ver... - perplexa, fui remexer na minha mala. E... o meu porta-moedas azul não estava lá! Tinha-o deixado cair no regresso do mini-mercado e nem me apercebi.

- Olhe... nós encontramos o seu porta-moedas no chão e entregamos aqui na pizzaria. Venha cá buscar quando puder....

- Vou já aí, obrigada! - e lá fui eu a correr.

 

No caminho para a dita pizzaria (que ficava mesmo ao lado do mini-mercado) pus-me a pensar:

- Ok... encontraram o meu porta-moedas. Mas...como raio é que descobriram o meu número de telefone para me ligarem?

Chegando à pizzaria, o mistério desvaneceu-se pelas palavras de uma senhora simpática e sorridente que segurava o meu bem mais precioso na mão:

- Olhe menina, foi simples arranjar o seu número! Você tinha no porta-moedas o cartão do seu ginásio. Ligámos para o ginásio e eles deram-nos o número!

 

E lá voltei eu a ter o meu porta-moedas. Graças ao ginásio!

Resumo da história: andar no ginásio compensa. Eh , eh!

Sigam-me também em

1 comentário

Comentar post