Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

Um blogue de pessoas imperfeitas. A viver num triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Um blogue de pessoas imperfeitas. A viver num triângulo perfeito.

Futebol ou Ballet? Escola de Bombeiros!

Hoje foi um dia especial...fomos visitar um quartel dos bombeiros!

Como quase todas as crianças, o Vasco tem uma paixão enorme por estes profissionais e já andava há algum tempo a pedir para "ver os carros por dentro".

Felizmente, existe um quartel perto de nossa casa. Esta semana, conseguimos encontrar algum tempo para ir lá dar uma saltada.

Acreditem, foi uma das atividades mais giras que fizemos nos últimos tempos. Tão simples e tão produtiva!

Fomos super bem recebidos (não podiamos ter sido melhor acolhidos) e tivemos direito a uma visita guiada. 

O Vasco entrou nas ambulâncias, subiu aos carros dos bombeiros, usou um capacete, ligou uma sirene, viu as mangueiras... e ainda fez de conta que estava a falar num Walkie-talkie.

Eu aproveitei a deixa e... experimentei tudo também! É ver as fotos no nosso instagram, dá para perceber o quanto gostámos da peripécia.

Não tinha a noção de que os carros dos bombeiros eram tão altos. Se subir para eles era fácil, já para descer... nem por isso. Concluí que se quisesse ser bombeira, antes do fogo teria que vencer primeiramente o meu pavor das alturas. 

O Vasco estava entusiasmado e fez imensas perguntas. Corria de carro para carro e queria subir para todos (o que acabou, no fim, por ser um pouco extenuante).

Ficámos a saber que as Escolas de Bombeiros acolhem miúdos a partir dos 6 anos e que lhes transmitem formação até aos 18 anos. Só a partir dessa idade é que se pode, oficialmente, ser bombeiro. Até lá, há muita formação para a saúde e para a cidadania.

Uma das bombeiras que nos fez a visita guiada tinha 23 anos. Disse-nos que já estava há uma década naquela instituição. Tinha, portanto, começado aos 13, como infante numa escola de bombeiros.

Os olhos do Vasco brilhavam... e eu pus-me a pensar se a entrada para uma destas escolas não seria uma boa ideia.

Claro que, como mãe, o meu coração treme só de pensar no meu filho a apagar fogos num grande incêndio... Mas penso que a formação que os miúdos recebem poderá ser uma mais valia para o seu futuro.

Entre aprender primeiros socorros e perceber a importância do voluntariado, muitas vantagens resultam da frequência numa destas escolas. 

Deixo-vos aqui um link para conhecerem uma das escolas de bombeiros do nosso país (não foi esta que visitámos).

Nós, pais, temos o hábito de matricular os nossos filhos em atividades muto convencionais (futebol, música, ballet), mas às vezes também é giro pensar um bocado fora da caixa. E os resultados poderão ser excelentes!

https://www.tsf.pt/sociedade/interior/uma-escola-para-pequenos-bombeiros-9249852.html

 

 

 

 

Sigam-me também em

4 comentários

Comentar post