Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Eu não quero que o Xavier durma na MINHA CAMA!

76815.jpg

Há 2 meses, o Vasco fez a transição da cama de grades para uma cama juvenil, muito gira, que comprámos na Ikea. 

A mudança não poderia ter corrido melhor (com uma pequena ajuda das estratégias mãe Ana) e o Vasco tem dormido como um patinho na sua cama nova.

Mas ontem... apanhámos um pequeno susto que nos fez chegar à conclusão que não se deve cantar vitória antes do tempo.

 

Querem saber o que aconteceu?

 

Pois bem. Decidimos que estava na altura de mudar o mano mais novo, Xavier, do seu berço pequeno para a cama de grades. Afinal já tem quase 5 meses e o berço começa a ficar apertado.

Pensámos que não iria haver grande stress, uma vez que o Vasco já dorme na cama grande (e até gosta bastante dela) há algum tempo. Portanto, a cama de grades estava "livre".

Assumimos que a cama de grades estava esquecida. Mas não contámos com... o factor "CIÚMES"!

Assim que o Vasco me viu a mudar a cama de grades para o quarto dos pais... ui! Começou logo a resmungar choroso:

 

- Eu não quero que o Xavier durma na MINHA CAMA!!

 

Comecei por tentar aldabrar o miúdo (shame on you mummy!):

- Ele não vai dormir aqui... só estou a ver se a cama fica bem neste quarto...

 

Vasco não sossega com a resposta:

- Não é nada! Não é nada! Estás a pôr aqui a cama para o Xavier dormir nela!

 

Continuo com a tentativa de aldrabanço (derrubando todas as fronteiras da parentalidade positiva, muahahah):

- Não... só estou a ver se os lençóis que comprei ontem ficam bem nesta cama...

 

(Mentira estúpida e sem lógica, já que eu poderia fazer isso com a cama de grades dentro do quarto do Vasco. Não precisava de mudar a cama de grades para o meu quarto para "ver se os lençóis ficavam bem".)

 

Vasco também deve ter percebido a parvoice da minha resposta, porque continua a insistir que não quer lá o Xavier. 

De repente... fomos salvos pelos brinquedos novos! Abençoada festa de anos que o Vasco teve no fim de semana...

 

- Vasco, não queres ir com o papá para a sala fazer o puzzle novo que a prima Anabela te deu nos anos?

Resposta semi-afirmativa + olhar a chispar de raiva.

Vasco lá vai para a sala meio amuado e acaba por se esquecer do "episódio cama de grades". 

 

Conclusão... Isto foi um bocado assustador. Devíamos ter ensaiado melhor a coisa, mas não estavamos à espera da crises de ciúmes. Até porque o Vasco nunca mostrou nenhuma reação deste género até hoje. Vamos ver como corre nos próximos tempos... :)

 

P.S: Só um dado importante: Xavier passou do berço para a cama de grades e, pela primeira vez, deu-nos uma noite santa.

Será que era esse o segredo? Nem quero acreditar...

Sigam-me também em

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.