Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

Um blogue de pessoas imperfeitas. A viver num triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Um blogue de pessoas imperfeitas. A viver num triângulo perfeito.

Coisas que se estragam e coisas que "voam"

Todas as casas têm uma dinâmica própria. Não há duas famílias iguais. Nem em mentalidade, nem em... hábitos gastronómicos!

Cá em casa, há bens alimentares que duram uma eternidade e que às vezes até passam do prazo de validade. Enquanto outros... mal chegam à despensa e desaparecem logo.

 

Aqui vai uma lista das coisas que raramente comemos:

 

- Fiambre e Queijo às fatias: ficam séculos e séculos no frigorífico, muitas vezes até passar do prazo. Estranhamente, no dia em que deitamos fora a embalagem... apetece-me sempre uma tosta mista. Mas... já não tenho ingredientes.

 

- Quinoa e Cuscus: Culpa minha. De vez em quando entro numa dimensão zen, saudável e alternativa e .. compro tudo o que está na secção biológica do supermercado. Mas como sou a única que gosta disto cá em casa (e também não sei assim tantas receitas), estes ingredientes ficam anos e anos na despensa. Pior que isso é que às vezes esqueço-me que estão lá e... volto a comprar. 

 

- Enchidos (chouriço, mordadela, presunto): basicamente, ninguém lhes toca a não ser em "dia de festa"

 

- Pickles: Compro porque acho giro e tenho sempre em mente fazer uma carne de porco à alentejana. Nunca faço a carne de porco, e não gosto de pickles em mais lado nenhum por isso ficam eternamente no frigorífico.

 

- Vinho tinto: Ninguém bebe cá em casa. Só servimos nos jantares de amigos e nas festas. As garrafas duram, e duram, e duram... Até que eu me lembro de fazer um coelho à caçador e o meu marido entra em stress por eu ter usado uma garrafa da reserva do ano x, como tempero...

 

- Vinho branco: Quando queremos nao se bebe porque nos esquecemos de colocar no frigorífico. Quando está no frigorífico não nos apetece kkk. Ou então aqui a madame gasta tudo a temperar os assados (grandes piripaques que dão ao marido por causa disto).

 

- Gelatina em pó: Compro de vários sabores porque "é mais barato do que comprar já feita". Mas depois, dá-me a preguiça e nunca faço. 

 

- Todo o tipo de ingredientes para bolos: fermento, farinha xpto, bolinhas multicoloridas, raspas de chocolate, toppings, etc. Pormenor: eu não sei fazer bolos. Só fiz um bolo na minha vida. Mas continuo a comprar ingredientes para o bolo que "vou fazer para a semana", como se fosse uma grande pasteleira.

 

- Feijão verde: Compro porque adoro o sabor, mas depois dá-me preguiça de descascar.

- Ketchup: Só mesmo para as visitas. Aqui ninguém gosta.

 

 

Agora vamos à lista das coisas que desaparecem a grande velocidade:

 

- Água engarrafada: não gosto de água da torneira, sabe- me a cloro. Portanto, aqui gasta-se litros de água de garrafão.

- Salsa e coentros: O meu mardo ri-se. Diz que nunca viu ninguém comprar tanta salsa e tantos coentros. Mas eu adoro e acho que as refeições ficam muito mais saborosas assim :)

- Sumos: Raramente compramos, mas quando o fazemos... ui, desaparecem no próprio dia.

- Iogurtes: Cada um de nós tem os seus favoritos e é muito territorial quanto a isso. Mas comem-se rapidamente.

- Arroz e massa: É por isso que ninguém emagrece cá em casa. Come-se muito disto por aqui.

- Pão: É a loucura!

- Fruta: Todo o tipo de fruta. Adoramos e comemos imenso. 

- Legumes: Alface, tomate e pimento desaparecem rápido. Já os nabos, courjetes e abóbora demoram um pouco. Só usamos para a sopa do miúdo, porque nem eu, nem o marido gostamos de sopa.

- Bolachas: Sim... deixei para o fim para não parecer mal. Isso é uma coisa que desaparece em segundos. Então agora, que acordo a meio da noite para dar de mamar... dá-me cá uma fome! E as bolachinhas estão ali mesmo à mão de semear... Quando eu era miúda não havia bolachas em nossa casa. Agora que sou adulta é que me deu a gula... 

 

E pronto! Acho que estátudo! E com vocês como são as coisas? Quais são os alimentos que ganham teias de aranha e quais são os que voam? 

Fico à espera das vossas experiências! :)

 

Sigam-me também em

1 comentário

Comentar post