Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

A casa de papel

Com alguns meses de atraso, e depois de ouvir meio mundo a dizer maravilhas da série "Casa de Papel", lá me predispus a ver!

Não posso dizer que tenha ficado imediatamente rendida...  aliás, estranhei um pouco aquele primeiro episódio, tão seco, despido e numa língua que não aprecio particularmente. Mas com o tempo fui-me apaixonando cada vez mais.

Deixei-me ficar para o segundo episódio, só para poder dizer que dei uma segunda oportunidade. E foi aí que a série me conquistou verdadeiramente,

Para além de um elenco fantástico, o texto está muito bem escrito. A narração da história, feita em voz off pela protagonista, está cheia de trocadilhos, ironia e humor negro, roçando também às vezes um tom poético. 

A partir do segundo episódio, a ação desenrola-se num ritmo rápido e alucinante. Não há pontos de paragem, é sempre a melhorar.

Todos os episódios terminam num ponto alto, com muito suspense à mistura, fazendo o espetador ficar com vontade de ver o episódio seguinte. 

Não concordo com aqueles que teimam em comparar esta série a uma novela. Tudo bem que há romance, tudo bem que há sexo à mistura, mas... há muito mais do que isso.

Consumi a primeira temporada toda em 3 dias. Vou agora na segunda temporada. 

Não vou ser spoiler! Para quem ainda não viu a série, aconselho apenas a que o façam. 

Vale a pena!

Sigam-me também em