Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Março 07, 2019

O Triângulo Perfeito

54230668_880474478961760_3970617537674084352_n.jpg

 

Vou começar este post pela parte negativa... Cá em casa o tempo que o Vasco dedica a assistir vídeos YouTube é cada vez menor.

Inicialmente, estipulamos que depois do jantar não haveria vídeos e agora a proibição estendeu-se ainda mais. Vídeos só ao fim de semana... sábado ou domingo de manhã.

Porquê?

 

Essencialmente por causa do efeito aditivo desses vídeos. E da alienação que provocam. Quando está a ver filmes no YouTube, o Vasco fica absorto e distante. Podemos falar com ele, perguntar coisas que... Nada! Nem nos ouve, nem nos responde!

Em relação à dependência, isso é o que mais nos preocupa. Porque o Vasco assim que chega a casa começa logo a pedir para ver vídeos e quando lhe negamos isso... Faz birras monumentais. Chora, rebola no chão, desunha se todo! 
No outro dia, depois de mais uma cena dramática, eu e o pai conversamos e decidimos reduzir bastante ao consumo de vídeos.

 

Mas espera aí.. por que é que não cortamos o mal pela raiz proibindo totalmente os vídeos?

Muito simples.

Porque eu não acho que os vídeos sejam assim tão negativos na sua essência. Embora alguns sejam meios parvinhos, a verdade é que ensinaram muita coisa ao nosso filho.


Foi com a ajuda de vídeos que ele aprendeu as cores. Foi com a ajuda de vídeos que aprendeu as primeiras palavras em inglês, assim como o nome de alguns planetas e animais.

Se podia ter aprendido estas coisas sem os ditos vídeos? Claro que sim. Mas foi com eles que aprendeu. E temos que dar algum mérito ao youtube neste campo!

 

Eu não acho que a solução seja cortar os vídeos totalmente. Penso que o mais importante é encontrar algum equilíbrio e estar muito atentos ao que os nossos filhos visionam.


Quer queiramos quer não, vivemos numa sociedade de ecrãs. E saber manejar um ecrã faz parte da literacia digital.

Também faz parte da literacia digital ensinar a crianca a distinguir o que é correto e o que não é correto nos vídeos que ela vê. Explicar que há vídeos pouco éticos, pouco recomendáveis e com ideias distorcidas. Podemos fazer isso de duas maneiras... Boicotando totalmente o consumo de vídeos ou... acompanhando com muita, muita atenção. Voto nesta segunda opção.

 

Agora a imagem que pus abaixo... Sabem o que o Vasco está a fazer? Está a praticar "afundanço de carros na gelatina", uma brincadeira totalmente inócua e sem efeitos colaterais que viu num desses videos no youtube.

 

Ele viu o vídeo, achou piada e pediu-me imensas vezes para lhe fazer gelatina com o único intuito de aprisionar lá dentro os carros.

Comprei uma gelatina que me custou cerca de 0,90 centimos (portanto, saiu-me barata a brincadeira) e tive o meu filhote entretido mais de duas horas a remexer com as mãos na gelatina.

 

Por isso... acho que os vídeos não são totalmente maus.

Às vezes também nos dão ideias para brincadeiras "fixes". Nunca mais me esqueço de um vídeo em que um senhor construiu para o filho uma pista de carros que dava a volta à casa toda... 


Pessoalmente, não acho grande piada ao afundanço de carros em gelatina, mas o Vasco foi ao céu e veio com essa brincadeira. E é também essa a função dos vídeos.

Não podemos passar a vida a querer que eles ensinem coisas sérias. Por vezes, servem apenas para isso mesmo: entretenimento.

Março 06, 2019

O Triângulo Perfeito

53340131_880270155648859_7924614969251856384_n.jpg


Antes de ser mãe prometi que não ia fazer imensas coisas que via as outras mães fazerem. Mas com o passar do tempo, fui quebrando uma a uma todas as promessas que fiz.

Vestir os miúdos de igual? Que parolice, dizia eu.

Mas... Guess what? Assim que o bebé mais novo nasceu foi tiro e queda!

Adoroooo vestir os manos com roupa idêntica ou a combinar (tipo calças de um a combinar com a cor da camisola do outro e vice versa).

E vocês? Gostam de vestir os miúdos de igual ou não acham piada nenhuma a isso? Vem aí sondagem, pessoal 😁😁

Março 06, 2019

O Triângulo Perfeito

53340242_879882385687636_1073073995240177664_n.jpg

 

Cá em casa não somos muitos fãs de carnaval.

Eu não gosto de me mascarar, o meu marido também não, e fazemos um esforço para nos integrarmos nestas tradições todas de máscaras e desfiles e samba e toda uma série de rituais que pouco tem a ver com o nosso país ou com o seu clima.

Costumo dizer que aquilo que mais aprecio no carnaval é sair de casa na noite da festa para beber uma capirinha ao som da música. Mas depois concluo que isso é algo que eu podia fazer em qualquer altura do ano e por isso continuo a detestar carnaval.

Ontem saga continuou com mais uma tradição nortenha. Estou a falar de comer cozido à portuguesa na terça feira de Carnaval. Sabem o quanto eu gosto de cozido à portuguesa? Zero 😁 ...

A isto somou se a a chuva, o vento forte e o céu cinzento de um marco que não se quer fazer primavera.

Sim, ontem andei depressiva. É um tanto ou quanto estranho mas o carnaval tem esse efeito em mim.

Não gosto de carnaval, não gosto de ver gente mascarada.

Não gosto de palhacos.

Não gosto de Conan Osiris.

E a única coisa que me salva deste dia de trombas é a sobremesa deliciosa que a minha sogra prepara sempre neste dia, talvez porque sabe que o carnaval me deprime.

Viva o doce de pêssego com natas... Viva! 🤔🤔🎶

 

Sigam-me também em

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D