Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Por que razão introduzimos comida sólida aos 5 meses?

O Xavier fez esta semana 5 meses. Depois de muito pensarmos, decidimos que estava na altura de introduzir alimentos sólidos.

Temos presente as recomendações da OMS são contrárias a isto...  Sabemos que esta organização defende a diversificação alimentar apenas a partir dos 6 meses. 

 

Mas temos vários motivos para o fazer antecipadamente e não nos sentimos mal por isso:

 

- Se tudo correr como planeado, o Xavier vai entrar brevemente na creche. Como ele não aceita (nunca aceitou) biberão, terá que se alimentar com papa, sopa ou fruta lá na escola. Parece-me importante começar a adaptação a esses alimentos enquanto ele ainda está em casa. Não quero que chegue à creche e comece a comer uma data de coisas novas, sem antes ter experimentado cada um desses alimentos e feito o teste das alergias.

 

Assim, vamos aproveitar este mês para, muito devagarinho, irmos introduzindo os alimentos que ele irá comer na creche. Sem stresses.

 

- O Xavier já demonstra imenso interesse pelos alimentos que nós comemos: fica curioso quando vê as pessoas a levarem comida à boca, quer tocar na comida, abre a boquinha dele.. nota-se que está cheio de vontade.

 

- O Xavier não tem grande de reflexo de extrusão, o que indicia que poderá estar preparado para a mastigação. Tirando a primeira vez (em que ia deitando a comida fora com a língua), a partir daí mastigou sempre e engoliu com gosto.

 

- O Xavier é um bebé que ainda acorda muitas vezes de noite para mamar. Faz intervalos de duas ou no máximo 3 horas o que é extremamente desgastante. Já aqui abordei o assunto no blogue e sei que nem todas as mães concordam que a alimentação sólida dê melhores noites, mas... perante o panorama, sentimos que tínhamos mesmo que tentar.

 

Depois de aplicarmos várias estratégias (algumas até sugeridas por mamãs da blogosfera) e nada resultar, resolvemos introduzir alimentos sólidos.

 

- Amamentar tantas vezes estava a ser desgastante para mim, e um factor de stress/desequilíbrio a nível familiar. 

 

Talvez este argumento não faça sentido para muitas das mamãs que vão ler este post. Eu sei que em primeiro lugar têm que estar os nossos filhotes e pode parecer "egoísmo" estar a introduzir comida sólida "só" para reduzir à frequência da amamentação. Mas a verdade é que estou exausta e não está a ser nada gratificante a nível pessoal, dar de mamar de 2,5 em 2,5 horas (ou no máximo 3). 

 

E o facto de eu estar exausta, e de dormir pouco faz com que esteja mais rabujenta e não consiga dar o melhor de mim aos restantes elementos da família. Não esquecer que temos um filho com 3 anos, a necessitar de amor, bom astral e muita atenção e que não tem culpa que os pais andem a dormir mal :))

 

Posto isto... demos início, muitooo lentamente, à diversificação alimentar. 

Querem saber como fizemos? Que tipo de alimentos estamos a introduzir e como estamos a organizar a ementa diária do Xavier, tendo em conta que iniciou esta alimentação 1mês mais cedo que o recomendado?

Aguardem próximos posts!

 

 

 

Tou... onde mesmo?

Passei 2 ou 3 meses a achar que o refrão desta música dizia "Eu tou na mota".

Inclusivamente, ensinei uma coreografia ao Vasco em que ele se sentava na mota dele e "mexia o bumbum", enquanto guiava todo contente pela casa fora.

Ontem dei de caras com o video no youtube e descobri que afinal é... "Tou na MODA"! 


Ah, ah! Tsssss! Tenho a cultura musical de um alfinete...

 

..

Ontem...

.. este menino fez 5 meses!

Sei que o que vou dizer é tão batido, mas... o tempo passou tão depressa!

Amei-o desde o primeiro dia, desde o primeiro momento em que veio para o meu peito de olhinhos bem abertos! 

É impossível alguém ser indiferente a este sorriso, esta carinha linda e sempre bem disposta! 

Que contes muitos e muitos meses Xavier... comigo sempre aqui.

És um raio de sol na minha vida.

IMG_1186.JPG

SÃO AVELÃS!!

- Mamã, mamã! Vou apanhar estas bolotas para levar para o carro.


- Não são bolotas, Vasco... são avelãs...


- Sim. Avelãs... Vou levar este monte de avelãs para o carro, está bem?


- Está bem. É isso mesmo: A-ve-lãs.


- Agora espera! Não entres já para o carro!


- Porquê?


- Porque eu quero apanhar mais bolotas

 

- Arggg! :))

DISSERAM QUE O NATAL TINHA CHEGADO À CIDADE

Que havia luzes de mil cores.
E que as ruas estavam enfeitadas.
E que havia um carrossel. E meninos a brincar.

Mas naquele quarto não havia Natal.
Só luzes fluorescentes
E paredes brancas
E um menino a chorar para fora.
E uns pais a gemer para dentro.
E dor. Muita dor. A toda a hora, a toda a hora.

 

Disseram que o Natal tinha chegado à cidade.
E havia balões e pipocas e algodão doce.
E um circo. E as ruas cheias de gente.
E havia música pelo ar.

Mas ali não havia natal.
Só agulhas e seringas. 
E remédios para tudo.
E um circo de médicos. E o corredor frio.
E o silêncio mudo. 
A toda a hora, a toda a hora.

 

Disseram que o Natal tinha chegado à cidade.
Que havia um homem a fazer Ho, Ho, Ho!
E um combóio pequenino
e um ringue para patinar.

Mas ali não havia Natal.
Só um menino a dizer "Dói, Doi".
Sem dormir e sem comer.
E os pais cansados sem saber
o que fazer.

 

Mas de repente tudo mudou.
O remédio fez efeito, a dor passou.
Acabou-se o choro, descansaram os pais.
Tirou-se a agulha, acabaram os ais.

O menino deixou de agarrar a barriga
e com olhos brilhantes... sorriu!
Iluminou-se aquele quarto de hospital.

 

E foi nesse sorriso e nesse instante 
que para aquela família
o mundo se iluminou.
E finalmente (oh, e finalmente!) se fez Natal...

 thumb_menino-na-cama-do-hospital.jpg

 

Dúvidas filosóficas

gettyimages-506064304-612x612.jpg

 

Premissa 1 - quando o teu filho estiver acordado dá-lhe colinho, muito colinho (in... novas correntes da parentalidade positiva)

 

Premissa 2- quando o teu filho estiver a dormir... aproveita e dorme também! (sabedoria passada de geração em geração)

 

Agora pergunto eu:

Se uma mãe passar uma parte do tempo a dar colo e a outra parte do tempo a dormir... QUEM O CAR&#$ É QUE VAI...

 

- estender a roupa;
- apanhar a roupa;
- passar a ferro;
- cozinhar
- fazer as camas.
- limpar a casa?

 

É só uma perguntinha... que é para ver se eu percebo... porque essas teorias de parentalidade são todas muito fofinhas, mas é para quem tem empregada doméstica o dia todo...  

#banhoderealidade 

#maternidadesemfiltros 

#socorroestouesgostada

#precisodeumelfodoméstico 

#mãepirada

Pareces o cão da tia Cila

Digam lá que não gostavam de começar o dia a ouvir estes "miminhos"? 

Como sabem esta semana foi um pouco caótica para a nossa família. Primeiro o Vasco que esteve internado, depois o Xavier com gastroenterite. 
Os nossos dias foram uma loucura, e sei que estive mais tempo sem lavar a cabeça do que aquilo que é recomendado porque sinceramente... não tinha tempo...

No dia em que decidimos levar o Xavier à pediatra, estou quase a sair de casa quando o marido me atira:

- Ui... vais assim? Pareces o cão da tia Cila!
- Pareço como? Fofinha e meiga como o cão da tia Cila?
- Não... despenteada mesmo. E com o cabelo cheio de azeite. Como o pêlo do cão da tia Cila. É mais isso.

Escusado será dizer que voltei para trás e fui lavar o cabelo à pressa.

A ser cão, que seja um cão de água daqueles todos chiques. Como o cão do Obama, ou assim.

Só vos digo uma coisa... mãe sofre... 

096c2a09c41fa997c62f162afa36c48d.jpg

 

 

Novas regras no abono de família

Grávidas e recém-mamãs desta blogosfera: fiquem atentas e consultem este site porque as regras do abono de família foram alteradas e jogam a vosso favor. 

Os valores do abono foram revistos a 1 de julho deste ano e a partir dessa data recebe-se uma quantia maior:

Os valores para quem está no 1º, 2º ou 3º escalão são iguais, mas para os pais que se encontram n 4º escalão a coisa melhorou substancialmente passando dos 26,61 mensais para 38,31. Isto, por cada filho. 

Não se esqueçam de preencher a papelada toda. Dá um bocado de trabalho, mas se por acaso forem integrados num destes escalões (tem a ver com os rendimentos do casal) recebem uma quantia que pode ser muito útil para as despesas de saúde, alimentação ou educação dos vossos filhos.

Se ficarem no 3º escalão, por exemplo, ao fim de um ano receberam mais de 1000 euros. Dinheiro que pode ser usado para as vacinas (que são tão caras!), consultas médicas ou até para criarem um fundo para a educação dos vossos filhotes.

As mães grávidas podem ainda solicitar o abono pré-natala partir da 13º semana de gravidez. Vejam no site que indiquei acima, se se enquadram nas especificações. 

Mesmo que a grávida se esqueça de pedir o abono pré-natal (acontece muitas vezes nas mães de primeira viagem, porque é tanta novidade para assimilar que estes assuntos muitas vezes passam ao lado), podem pedir este mesmo abono no prazo de 6 meses após o nascimento do filho. Se o fizerem até ao vosso filho completar 6 meses, depois recebem tudo o que está para trás com retroativos. 

"Fora do período de gravidez, considera-se válido o requerimento do abono de família para crianças e jovens, após o nascimento da criança, desde que este seja apresentado pela mãe, no prazo de 6 meses a contar do mês seguinte ao do nascimento." - informação que retirei do site.

O abono pré-natal e o abono de família podem ser pedidos em simultâneo no mesmo formulário, caso a mãe se tenha esquecido de pedir o abono quando estava grávida. 

Por exemplo: se o vosso filho tem 3 meses e só agora se lembram do subsídio pré-natal, mas também querem pedir o abono de família, podem usar este formulário que dá para as duas coisas. No cabeçalho assinalam com uma cruz os dois campos "Abono de Família para crianças de jovens" e "Abono Pré-Natal".

Espero que estas informações tenham sido úteis. 

Abraço pessoal! :)

Sigam-me também em

Pág. 3/3