Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Mestrado em sons de abelha

genero-apis-e-distribuicao-pelo-mundo-cursos-cpt.jpg

O meu marido costuma adormecer o nosso bebé muito rapidamente, simulando o som de uma abelha.

É um fenómeno espetacular: mal começa o zzzz, o Xavier encosta-se e adormece instantaneamente.

Hoje estava sozinha em casa e também quis experimentar a técnica da abelha.

Fiz abelha grave, fiz abelha aguda, fiz abelha em sol menor, fiz abelha em ré maior, fiz abelha em beat box! Nada.

Cantei canções do filme "Música no Coração" com som zzzz de abelha, acompanhando com bater do pé. Nada!

Cantei as variações goldbert e arranhei músicas antigas do coro académico... nada!

Fiz bailinho da madeira com som de abelha, balançando para simular o vira que vira. Népias.

Só não fiz a Turbinada da Ana Malhoa em versão ZZZZ, porque achei que o miúdo ia ficar excitado.

O miúdo não adormeceu. E eu fiquei roxa e quase sem ar de tanto fazer ZZZZ!!

Cheguei à conclusão que a técnica da abelha não é para mim. Logo à noite tenho que pedir explicações.

Entretanto vou continuar a usar a minha técnica antiga, à qual chamo carinhosamente, "o esvaziamento do pneu": SCHHHHHHH SCHHHHHHHH!

É radicalmente diferente (cof, cof)  e comigo dá muito mais resultado.

Ele sabe-a toda!

- Mamã, o avô Zé foi buscar-me ontem ao infantário e eu pedi-lhe para irmos ao café. E ele disse "Não, hoje não podemos."
- Ai sim? (estou a tentar perceber o rumo da conversa)
- Sim. E disse "Pede à tua mãe para ires ao café quando ela for buscar-te ao infantário".
- Ah... ok...Ele disse mesmo isso?
- Disse. E agora estás aqui. 
- É verdade...
- Foste buscar-me ao infantário. Por isso... vamos ao café? (cara de reguila)

Papas caseiras: é errado comprar a farinha dos cereais?

farinha-de-aveia-1kg-aveia-em-flocos-finos-1kg-D_NQ_NP_948145-MLB27063047988_032018-F.jpg

 

Já vos disse noutros posts que ando numa onda experimentalista e tenho pesquisado imenso sobre papas caseiras. 

Depois de ver algumas receitas percebi que me faltavam  ingredientes básicos para a confeção dessas papas, como milho, a quinoa, o centeio e a aveia.

Fui ao hipermercado, à seccção dos produtos biológicos e comprei muitos destes ingredientes na versão "farinha". Saí de lá toda contente, a achar que tinha feito uma grande coisa :)

Portanto, comprei farinha de milho, farinha de aveia, farinha de arroz... etc. 

Só que entretanto cheguei a casa e deparei-me este artigo do blog "Na cadeira da papa" . Depois de ler o artigo percebi que não tinha feito a melhor opção ao comprar as ditas farinhas. Que seria muito mais saudável para o bebé se eu tivesse comprado os mesmos cereais em flocos e depois demolhasse.

Assim muito rapidamente, o que percebi é que os grãos dos cereais são compostos por várias secções e cada uma destas seccções (farelo, endosperma e gérmen) fornece nutrientes específicos. Ao usarmos as farinhas, não conseguimos aproveitar a totalidade desses nutrientes. Portanto, o bebé fica prejudicado.

Segundo o que li no blogue e passo a transcrever:

 

"Quando o grão é transformado em farinha, perde o farelo e o gérmen, pois são partes muito rijas e de difícil moagem, logo são excluídos. A clássica farinha branca é puramente endosperma, baixa em fibras, vitaminas e minerais." (in Cadeira da Papa)

 

O mesmo raciocínio se aplica ao tamanho dos grãos. Certamente já terão visto nos hipermercados e lojas de produtos biológicos embalagens de aveia em flocos finos e embalagens de aveia em flocos grossos. Segundo o blog da Cadeira da Papa, devemos optar pelos flocos grossos pois, uma vez mais, conservam a totalidade dos nutrientes:

 

"Quando consumimos o grão inteiro, temos a certeza que estamos a consumir estas 3 partes do grão. Contudo, os grãos são de difícil cozedura, podendo levar até 1h a ficarem suaves para serem consumidos. A alternativa que temos são os flocos grossos, que resultam do esmagamento do grão de cereal. Assim, conservamos grande parte do valor nutricional do grão, com a vantagem de uma cozedura muito mais rápida (rondando os 10 minutos). Os flocos finos, alguns com a indicação de “pronto a consumir”, são flocos mais partidos e com maior perda de partes do grão original, sendo o subproduto mais pobre que o floco grosso."

 

Portanto, depois de ler este artigo percebi que ainda tenho muito que aprender em relação à confeção de papas caseiras!

Claro que agora não vou deitar fora as farinhas que comprei porque na realidade até são práticas (e devido à sua consistência suave, poderão ser úteis nestes primeiros dias de introdução de comida sólida) mas assim que acabar os pacotes vou experimentar usar as mesmas versões destes cereais mas... em flocos.

Sempre a aprender!  :)

Retrato de família

Estamos ansiosos por fazer uma sessão fotográfica de Natal, daquelas mesmo à séria com fotógrafos profissionais. Com aqueles cenários lindos, cheios de neve e de luzinhas...

Mas todos os anos vamos adiando essa sessão. Num ano adiamos porque achamos que o miúdo ainda é muito pequeno (o Vasco no primeiro natal ainda só tinha 2 meses), noutro ano porque nos falta tempo...

Ainda assim, sempre que nos apanhamos com um dia de sol e com uma máquina fotográfica na mão... zás! Tentamos registar algumas memórias de família.

O único senão destes "retratos" é que nunca estamos os 4 na mesma fotografia, porque há sempre alguém que tem que pegar na máquina para tirar a foto :))

Mesmo assim é sempre giro ver estas imagens.

Não temos neve, nem pinheiro, nem luzes como pano de fundo, mas temos AMOR.  E o amor... haverá melhor cenário para uma fotografia? :)

IMG_1230 (2).JPG

IMG_1246 (2).JPG

IMG_1235 (2).JPG

Lapsos Natalícios

- Vasco, o que queres que o Pai Natal de traga?
- Quero um carro da polícia gigante para eu entrar lá dentro!
- A sério? E onde é que viste isso?
- No shopping. Naquela loja do shopping.
- Ui... esse carro deve ser enorme... espero que caiba no nosso carro, sinceramente...
- Mas não é o Pai Natal que traz?? No trenó?!!
- Ah, pois... exato... o que eu queria dizer é que não estou a ver como é que o Pai Natal vai trazer o carro. Porque é muito grande e pesado. E ainda tem que trazer as prendas para os outros meninos. Deve ser complicado...

Oopps! Ksss, ksss!

Brincadeiras com a Pandora

O tio Berto tem uma cadela pequenina e muito fofinha. Chama-se Pandora.

No fim de semana passado, eu e o Vasco fomos conhecê-la. É uma cadela super engraçada e tem imensa genica. Quase tanta como o Vasco, eh eh. 

O Vasco fartou-se de brincar com ela. Ele adorou a Pandora e eu tenho a certeza que ela também fez um amigo para a vida!

Camisola e Calças do Vasco - Zippy Kids Store

IMG_1268 (1).JPG

IMG_1263.JPG

IMG_1264.JPG

IMG_1265.JPG

IMG_1269.JPG

IMG_1267 (1).JPG

IMG_1273.JPG

IMG_1275.JPG

IMG_1277.JPG

IMG_1280.JPG

 

IMG_1287.JPG

 

IMG_1288.JPG

IMG_1289.JPG

 

IMG_1292.JPG

IMG_1304.JPG

 

IMG_1305.JPG

 

IMG_1308.JPG

 

IMG_1298.JPG

 

IMG_1302.JPG

A Ementa do Xavier... semana a semana

O Xavier fez 5 meses na semana passada e iniciou, nesse momento, a alimentação sólida.

Como ainda temos algum tempo até à sua entrada na creche, decidimos introduzir tudo muito devagarinho.

Assim, e por indicação da pediatra:

 

1º semana (início da alimentação sólida)

Aleitamento materno em todos os momentos, exceto um pequeno lanche de fruta a meio da manhã.

1 e 2º dia - introduzir maçã (cozida ou ralada)

3ºe 4º dia - introduzir pêra (cozida ou ralada)

5º e 6º dia - introduzir banana esmagada.

Verificar existência de algum desconforto ou reação alérgica a estes alimentos. Caso tudo corra bem... continuar a dar nas semanas seguintes.

 

2º semana (introdução da sopa)

É a fase em que estamos neste momento.

Continuar com o lanchinho a meio da manhã e agora também sopa ao almoço. No resto do tempo... aleitamento materno.

Em relação à confeção da sopa, confesso que não seguimos totalmente as indicações médicas (preparar sopas com 2 ingredientes, começando por cenoura e batata doce e ir alterando um ou outro à medida que o tempo ia passando)

Então o que fizemos? 

Como a sopa é um prato que nem sempre é bem aceite pelos bebés (e temos a experiência do bebé mais velho) numa fase inicial decidimos substituí-la por algo igualmente nutritivo... papas de legumes isolados.

Parece a mesma coisa, mas não é bem igual.

Como não tinha muita prática (nenhuma, aliás) no que diz respeito à preparação de papas de legumes andei a pesquisar na internet e acabei por ir parar ao blogue das "Papinhas da Xica".

Lá encontrei imensas sugestões de sopas giras e papas caseiras. Adorei!!!

Já conhecia o blogue de nome, mas nunca lá tinha ido porque com o Vasco adoptámos um sistema mais tradicional (as típicas papas processadas como cerelac, as sopas de vários legumes).

Mas agora ando numa onda mais saudável e encontrei imensas dicas naquele blogue. Fiquei fã.

Portanto, hoje foi dia de começar a dar papa de legumes e a ideia era começar pela papa de cenoura.

Vi uma receita muito fixe de papa de cenoura onde? Exato, nas papinhas da Xica.

Mas fui ao meu frigorífico e... tcharam... não tinha cenoura kkk. Por isso começei por uma papa de batata doce que confecionei da mesma forma que a papa de cenoura que vi naquele blogue.

Ainda não decidi se vou adicionar leite materno ou não. Primeiro queria ver se o Xavier gosta do sabor da batata doce individualmente. Se ele gostar, vou evitar a adição do leite (pois tenho pouco congelado), guardando-o para as papas de cereais e afins.

Portanto, estou a pensar mais ou menos isto:

1º e 2º dia -  lanche a meio da manhã, papa de batata doce ao almoço. Restante tempo em aleitamento materno.

3º e 4º dia - lanche a meio da manha, papa de cenoura ao almoço. Restante tempo em aleitamento materno.

5ºe 6 dia - lanche a meio da manhã, papa de abóbora e batata doce que vi nas Papinhas da Xica ao almoço. Restante tempo em aleitamento materno.

 

A partir deste momento, ir experimentando diversas papas e sopas com diferentes combinações, evitando como é óbvio alguns legumes sinalizados pela pediatra por serem de mais difícil digestão.

E pronto! :))

Tenho algumas ideias em relação ao que vou fazer na 3º e 4ºsemana, mas vou deixar para outro post para este não ficar tão longo.

Abraço!

 

DESAFIO MATEMÁTICO

Uma mãe (esta mãe!) deitou se as 23h e lavantou se as 6h30.
Pelo meio, o seu bebé acordou 3 vezes.

Acordou as 00h00 e quis mamar.

Acordou as 02h00 e quis mamar.

Acordou as 05h00 e berrou como um desalmado... porque queria mamar.


De todas as vezes que esta mãe alimentou o bebé, ela perdeu cerca de 40 minutos.


Agora a questão...

QUANTO TEMPO CONSEGUIU EFETIVAMENTE DORMIR ESTÁ MÃE? 🤔🤔

O dia em que os manos se conheceram

Passaram 5 meses do nascimento do Xavier e apercebo-me que, no meio de tantas emoções, acabei por esquecer de falar de um assunto tão importante: a relação entre os manos.

Coloquei um video na página de facebook do blog, onde podem ver como correu o primeiro encontro entre o Vasco e o Xavier. 

Foi dos momentos mais emocionantes da saga desta família. Foi também uma lição de vida, constatar a ligação de amor quase imediata entre os dois filhotes.

Espero que gostem.

Abraço!!

PS- Estão recetivos à criação de um Vlog ou acham que não vale a pena? :)

Adoro este blogue

Não sei se é porque a autora vive nos Açores, onde fui tão feliz a viver e estudar (já vai há mais de uma década, mas a minha paixão pelo arquipélago não esmoreceu).

Não sei se é porque a Purpurina tem um filho quase da mesma idade que o meu (tem 3, mas o mais novo nasceu quase na mesma altura que o Xavier)

Não sei se é porque gosto da sua escrita e forma simples de ser.

Não sei se é porque gosto da forma como demonstra educar os filhos.

Acho que é por tudo isto e muito mais. 

Leiam... sigam... não percam de vista o blogue "Vinil e Purpurina"! :))

Sigam-me também em