Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

Sinceridade acima de tudo

Fomos à florista comprar um vaso para a tia Irene.

A meio do processo o Vasco olha para o arranjo que a senhora da loja estava a fazer e e comenta:
- Está feio!


A senhora concordou e voltou a fazer de novo o arranjo.

Eu também achei que estava feio, mas não precisei de dizer porque o Vasco adiantou-se.


No final, pagámos o vaso e à saída o Vasco diz:
- Vamos embora, que o chão desta loja está muito sujo...


A senhora volta a concordar e com ar dócil pega na vassoura para limpar os restos de flores e ramos partidos espalhados pelo chão.


Adoro o meu filho... apetece-me leva-lo para todos os estabelecimentos comerciais, ah ah!


Com a frontalidade típicas das criaças, ele acaba por dizer tudo aquilo que eu penso, mas que não tenho coragem de dizer porque não quero parecer antipática.


Eu acabo por ser bem servida (fiquei com um vaso muito mais giro depois de ele falar) e ainda por cima, toda a gente lhe acha piada, o que é um bónus! 

Primeiro dia no jardim de infância

Este foi um início de ano escolar um pouco diferente, para o nosso Vasco: saiu da creche e passou para o jardim de infância. 

Embora continue no mesmo infantário, agora está numa sala diferente... com novas regras, novos brinquedos e novas possibilidades de aprendizagem! 

Também mudou de educadora. Quanto às duas auxiliares, uma é nova e a outra mantem-se igual ao ano passado.  Acho importanto que uma das auxiliares se tenha mantido. Caso contrário seria muita coisa nova para assimilar. 

Confesso que não estava com receio nenhum desta nova etapa. O Vasco passou o mês de agosto todo connosco em casa e lá para o fim já só falava em regressar à escola e aos seus amigos. 

Para além disso, tentei sempre motiva-lo em relação a esta mudança. Falei-lhe que agora ia para a "sala verde", que iria ter imenso espaço, montes de brinquedos e um acesso direto ao jardim dos escorregas. 

No primeiro dia de escola, de manhã o Vasco acordou um pouco maldisposto. Perguntei-lhe qual era o problema. Se não queria ir para a escola. Ele rapidamente me tirou as dúvidas:

- Claro que quero ir para a escola! Os meus amigos estão à minha espera, mamã!

E pronto. Tem sido um início de ano escolar muito agradável. 

O Vasco tem chegado a casa muito falador, e com muitas histórias para contar. Está a ser uma fase muito feliz da vida dele.

 

 

Consulta dos 2 meses

O Xavier foi hoje à consulta dos 2 meses e eu saí de lá toda contente. O meu baby foi medido e pesado e constatámos que continua a crescer muito bem.

De resto, tem tido um desenvolvimento normal para a idade. Os caroços do peito já desapareceram e as borbulhas do "medranço" também já não lhe pintam a carita. Está um belo rapagão, o nosso Xavier!

Só houve uma coisa que me fez ficar apreensiva..

Segundo a médica, um bebé de 2 meses já só devia acordar 1 vez durante a noite para mamar, mas a verdade é que o Xavier continua a acordar 2 ou 3 vezes, mamando muito pouco de cada vez, porque está cheio de sono e adormece a meio do processo.

Têm sido noites cansativas, mas contrabalançadas pelo facto de o Xavier ser um bebé muito tranquilo que nos dá manhãs e tardes maravilhosas!

Não se pode ter tudo... :))

IMG_20180829_111719 (2).jpg

 

Conversas importantes

O pai Zé contou-me ontem ao jantar uma conversa que ouviu entre o Vasco e a avó.

Parece que iam os dois a sair de casa (Vasco e avó) quando a avó olha para as pernas dela e comenta:

- Oh não, esqueci-me de por creme nas pernas hoje.

O Vasco respondeu imediatamente:

- Eu também esqueci avó. Vamos voltar para casa para por creme? As pernas têm que ficar macias!

 

E pronto. Para além de ter um filho com apetências vegan, parece que também vou ter um metrosexual ultra preocupado com a imagem, ah ah! :))

Um sabor excêntrico

Ainda a propósito de post de ontem, lembrei-me de uma das vezes em que o Vasco chegou a casa com um chupa-chupa na mão, oferecido peo funcionário da churrascaria.

 

Depois de eu o ajudar a desembrulhar o chupa, apercebo-me que era acastanhado e que o sabor era de COCA-COLA. Apreensiva, comento com o meu marido:

- Olha, o chupa-chupa é de coca-cola, espero que não tenha muita cafeína.

O Vasco ouviu e não percebeu nada, porque ainda não sabe o que é a coca-cola. Mas o som da palavra pareceu-lhe familiar, por isso passado um bocado vira-se para nós e diz:

- Mamã, gosto muito deste chupa de FITA COLA. É muito bom. Adoro FITA COLA.

Escusado dizer que nos fartámos de rir, com a confusão linguística do nosso pequeno. 

Pelo sim, pelo não, temos andado de olho na verdadeira fita cola. Não vá ele lembrar-se de a comer, achando que sabe ao mesmo que o chupa! :)

Pérolas do Vasco

Há uma certa e determinada churrascaria perto da nossa casa que o nosso filho mais velho, o Vasco, adora. Talvez porque o funcionário desse restaurante lhe oferece sempre um chupa-chupa quando vamos lá.

As coisas correm sempre muito bem... tirando a última vez. Nesse dia, o Vasco (não sei porquê) começou a ficar sentimental.

No início tudo correru com normalidade.

Pagámos o frango, ficámos à espera da nossa vez na fila, mas... quando finalmente o funcionário do restaurante começa a cortar o nosso frango, o Vasco grita bem alto:

 

- NÃO!!! NÃO CORTE O FRANGO!!!

 

Assustado com o berro e surpreso, o homem perguntou-lhe porquê.

 

- COITADINHO! - continua a berrar o Vasco. - NÃO LHE CORTE AS PERNINHAS!

 

Foi escusado dizer-lhe que o bicho já estava morto e que já não sentia dor. 

Toda a gente se riu no restaurante, achando imensa graça. Mas o problema é que a saga em nossa casa continuou.

O Vasco recusou-se a comer o "frango de pernas cortadas", chegando mesmo ao ponto de chorar com pena dele. Foi um suplício!

 

Posto isto, acho que está na altura de perguntar:

 

- Será que vou ter um filho vegetariano? :)))

As nossas férias - parte 6

A madrinha do Vasco vai estudar para Londres e para oficializar a despedida foi organizada uma Sunset Party!

As nossas férias acabaram por ter um "grand finale", com uma festa de arromba na casa da madrinha.

Estava um dia super quente e soube muito bem dar uns mergulhos na piscina.

O Vasco adorou o convívio com os primos e fartou-se de brincar. 

Comeu-se muito, bebeu-se bem, cantou-se e dançou-se durante todo o dia.

So regressámos a casa à noitinha, cansados mas felizes. 

Foi um bom fim de férias!

IMG_0816.JPG

 

IMG_0824.JPG

 Este verão não cheguei a ficar morena. Estou tão branca que podem usar-me para fazer publicidade a uma marca de lixívia! :)

IMG_0843.JPG

 Os carrinhos sempre presentes na vida do Vasco...

IMG_0845.JPG

 A madrinha do Vasco e os últimos abraços antes da partida para Londres:

IMG_0852.JPG

 Brincadeiras com as primas...

IMG_0874.JPG

 O Xavier teve o seu primeiro "Sunset Party"... :)

IMG_0887.JPG

 

IMG_0889 (2).JPG

 

 

IMG_0891.JPG

 A vibrar ao som da música do Toy, kkkkk! 

IMG_0894.JPG

 

As nossas férias - parte 5

Já no final de agosto, e com as férias a terminarem, não quisemos deixar de visitar tios e primos.

Num domingo solarento e de muito calor, abalámos até à cidade de Fafe onde reside grande parte da família paterna. 

Ao fim da tarde, resolvemos experimentar o Parque Aquático de Fafe e dar uns mergulhos, antes de regressar à nossa terra.

 

imagem_75_01.jpg

Desengane-se quem pensar que este parque aquático se compara aqueles que existem no Algarve. Infelizmente, cá no norte não temos parques de grande dimensão.

Mesmo assim, e apesar de não ter muitos escorregas, este parque serve perfeitamente o seu propósito: oferecer um dia bem passado às famílias!

Desta vez não temos fotografias para recordar porque a fotógrafa de serviço (eu) não teve mãos a medir com o bebé pequeno. Para além disso, o bar de apoio (onde fiquei instalada à sombrinha) estava separado das piscinas por uma extensa sebe. Ou seja, eu não conseguia ver nada do que se estava a passar no parque. Muito menos tirar fotos.

Ainda assim, a tarde foi divertida para os outros dois elementos (pai e filho mais velho). O Vasco adorou os escorregas e tomou banho até à exaustão. 

De vez em quando, eu trocava com o meu marido no bar de apoio (fazíamos turnos) para poder passar também um pouco de tempo com o Vasco.

O parque estava completamente lotado e a zona da piscina das crianças estava um bocado caótica. É o que dá ir a um local destes em agosto e, ainda por cima ao domingo!

Apesar da confusão, foi divertido. 

E com isto... "papámos" mais um parque, eh eh!

As nossas férias - parte 4

Com o calor a apertar, nos últimos dias de férias esta família foi experimentar praias artificiais e parques aquáticos aqui da zona.

A primeira visita que fizemos foi à Praia Urbana de Santo Tirso. É um espaço pequeno, mas muito interessante.

Esta praia foi construída em 2016, com base no projeto vencedor do Orçamento Participativo Jovem.

IMG_0675.JPG

Já lá tínhamos estado no ano passado só para conhecer o espaço. Mas nessa altura não tomámos banho porque não íamos preparados. Nenhum de nós tinha levado bikini ou toalha. 

Desta vez, já estávamos mais do que prontos! E lá fomos os quatro.

A mãe e o bebé pequeno ficaram na sombrinha do bar de apoio, enquanto o pai Zé e o Vasco se divertiram nos repuxos. Nesta praia não há banho no rio, nem piscina artificial; apenas jatos de água que saem do solo numa determinada sequência, refrescando as crianças e dando origem a muitas brincadeiras...

Outra vantagem deste parque é ser inteiramente grátis, ao contrário de outros que temos visitado.

Ficam as imagens deste fim de tarde maravilhoso:

 

IMG_0620 (1).JPG

 

IMG_0621.JPG

 

IMG_0623.JPG

 

IMG_0612.JPG

 

A ciclovia mesmo ao lado convida a um passeio...

IMG_0619 (1).JPG

 

Momento em que, sem estar à espera, o Vasco leva com um repuxo na cara :))

IMG_0628.JPG

 

A mãe esteve sempre vestida... Mas para o ano vou desforrar-me nestes repuxos!

IMG_0630 (1).JPG

 O bar de apoio dá sempre jeito! E tem sombrinhas para descansar.

IMG_0640.JPG

 Existem alguns (poucos) guarda-sois. Mas convém chegar cedo para reservar. Sobretudo no mês de agosto.

IMG_0639.JPG

 

As nossas férias - parte 3

Assim que começámos a melhorar da mega-ite (bronquiolite, faringite e amigdalite que afligiram esta família em pleno verão) decidimos "atacar" a praia e as piscinas. 

Como o Xavier ainda  só tem 2 meses e a praia é desaconselhada nestas idades, optámos por deixar o filho mais velho ir com os avós à praia, ficando nós por casa. Mas com um pequeno bónus:

O Vasco saía de casa no início do dia com os avós, mas nós (pai, mãe e mano mais novo) íamos lá ter por volta das 18:00 horas quando o calor e o sol começavam a ser menos perigosos.

Pegávamos no carro, andávamos 20 km, mais não sei quanto tempo para estacionar... só para estar lá duas horas! Foi muito cansativo, mas valeu a pena, sinceramente.

Sentimos estes últimos meses implicaram muitas mudanças para o mano mais velho. Não fez as férias habituais, tem um mano mais novo, desfraldou...

Queríamos que ele soubesse que também podia contar com a nossa presença na praia, mesmo que por poucas horas. 

Claro que aqui a mãe Ana passou o tempo quase todo dentro da barraca a dar de mamar e a para proteger ao máximo o bebé mais pequeno do sol. Mas ainda assim, deu para algumas banhocas e brincadeiras.

Foram dias felizes.

IMG_0589 (2).JPG

IMG_0566.JPG

IMG_0572.JPG

IMG_0584.JPG

 IMG_0582.JPG

 

IMG_0594 (1).JPG

 

IMG_0575.JPG

 

O avô Pi a aventurar-se nas rochas com o Vasquito:

IMG_0518.JPG

 

IMG_0521.JPG

Como sardinhas em lata!

IMG_0522.JPG

 Breves passeatas com a mãe:

IMG_0564 (1).JPG

 

IMG_0543.JPG

  

IMG_0523.JPG

 

IMG_0526.JPG

 

IMG_0527.JPG

 

IMG_0555.JPG

IMG_0588.JPG

 

Sigam-me também em

Pág. 2/2