Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

A festa dos 2 anos do Vasco

Já aqui tinha falado dos preparativos para a  festa dos 2 anos do Vasco. 

Agora que terminou posso dizer que foi uma animação! 

Muita gente, muita comida (o que vão ver nas fotos, foi apenas a primeira parte....) e acima de tudo, bom ambiente!

A casa dos avós paternos encheu-se de brincadeiras e de risos. 

Deixo aqui algumas fotos deste dia memorável.

Que acham do tema escolhido (história dos 3 porquinhos)? 

E o bolo de anos... não era tãoooooo fofo?

 

IMG_20171112_154228.jpg

IMG_20171112_154316.jpg

 

23555351_1732704780104062_64600671_o.jpg

23584312_10210124621462044_590128135_o.jpg

 

IMG_20171112_154328 (1).jpg

 

IMG_20171112_170808 (1).jpg

 

Organizando a festa do Vasco

No ano passado a festa do Vasco foi em grande!

Escolhi um sítio espetacular (já contei tudo sobre isso aquiaqui), apostei forte na decoração, selecionei todas as iguarias ao ínfimo pormenor... Não há dúvidas: a festa foi linda!!

E este ano? Bem, este ano a verdade é que me atrasei um pouco nos preparativos. Só há uma semana é que comecei a contactar e a mandar mails para as empresas que normalmente organizam estes eventos, e a verdade é que não fazia sequer ideia do tema a escolher. 

A verdade é que estou num emprego um pouco mais longe de casa e perco muito tempo em deslocações (desculpas...). E para além disso, este ano acordo muito mais cedo (mais desculpas!!) e chego a casa num farrapo.

Sinto-me mais cansada que o costume e sem aquele ânimo que me faz transformar qualquer festa num evento memorável (desculpas, desculpas, desculpas...)

Por isso, este ano e depois de pensar um pouco, optei por fazer uma festa mais simples: 

Como o aniversário do Vasco calha a um domingo (dia em que a família habitualmente se reune), para não negligenciar ninguém decidi juntar a família e os amigos na mesma casa. 

Como são à volta de 50 pessoas, facilmente concluí que a casa tinha que ter algum espaço... logo, não podia ser a minha, eh eh!

A avó paterna, que tem uma casa muito gira e com um jardim super agradável ofereceu o espaço, alguns  petiscos (como aquelas pataniscas que eu adoro, nham!).

Eu tratei do lanche. Contratei os serviços de uma senhora que faz croquetes, bolinhos, rissóis, bolos, panados, sobremesas e ainda o bolo de anos, mais as bolachinhas temáticas. 

Esta senhora já organizou a festa de uma amiga minha e eu gostei bastante. Estou ansiosa por ver o bolo!

Vou a casa dela no domingo buscar tudo quentinho e levo para casa da minha sogra, para o "mega-lanche"!

Quanto à decoração, este ano vou ficar por minha conta. Já comprei umas coisitas, e fiz outras eu própria. Nada de especial, mas acho que vão ligar bem com o tema da festa.

E qual é o tema da festa?

Bem isso e outros pormenores ficarão para o próximo post! :))

Desafio: o que fiz ou deixei de fazer

20685896_AmbTc.jpeg

 

A autora do blogue "O meu maior sonho" desafiou-me para responder a estas questões! Mas o jogo vinha com regras...

 

 Eis as regras:

 

1º  Responder a todas as perguntas apenas com "Eu já" ou "Eu nunca" .

2º  Responder à última pergunta com "sim" ou "não".

3º  Colocar a imagem oficial do desafio (obrigatório).

4º  Referir quem vos passou o desafio.

5º  Passar o desafio a pelo menos 4 pessoas (semi-obrigatório)*.

*não é de todo cariz obrigatório porque nem toda a gente gosta de nomear, era porém para dar alguma continuidade ao desafio.

 

1.  Eu nunca  fiz um interail  - Eu nunca fiz, mas teria gostado imenso!   

 
2.  Eu nunca  participei num concurso  - Eu já participei em vários. O primeiro concurso de que me recordo foi o "concurso nacional de poesia juvenil escolar". Tinha 10 anos e fiquei em primeiro lugar no meio de alunos de todo país! Lembro-me da cara de orgulho dos meus pais e da felicidade da minha professora de português. Fiquei super feliz quando soube a notícia :)
 
 
3.  Eu já conheci a pessoa que mais admiro- Conheci sim, e são as minhas duas avós. 
 
4.  Eu já caí na rua  - Sim, já me aconteceu. No momento e na hora mais imprópria.... 
 
5.  Eu já  desmaiei  - Não, isso nunca me aconteceu.
 
6.   Eu nunca  estive em coma alcoólico  - Nunca me aconteceu. Mas já estive bastante "alcoolicamente feliz" :)
 
7.  Eu nunca  experimentei drogas    E se não experimentei até agora, não me parece que agora velhota o vá fazer...
 
8.  Eu já  me vinguei de alguém que me fez mal  - Mentalmente, vingo-me várias vezes. Depois na realidade, sou uma pessoa inofensiva...
 
9.  Eu já  tive um acidente  - Já tive vários, dois dos quais numa sexta-feira 13!
 
10.  Eu já  andei de avião  - Tirei o curso nos Açores. Por isso passei grande parte da minha juventude a andar de avião. 
 
11.  Eu nunca  bebi demais  - Já me estiquei um bocadinho, mas isso já foi há muiiitooooo (cof, cof) tempo!
 
12.   Eu já  confundi uma pessoa com outra  - Tantas vezes...
 
13.  Eu nunca  me perdi num país/cidade estrangeira  - Nunca me aconteceu. Tenho ótimo sentido de orientação.
 
14.  Eu já  tive uma experiência paranormal  - A minha mãe dizia que quando eu era miúda falava com pessoas invisíveis. Um dia ela perguntou-me para quem eu estava a falar e eu respondi-lhe que estava a falar com "eles"... Spoooky.....!
 
15.  Eu já  roubei  - Canetas dos meus alunos. Eles emprestam-me e eu demoro séculos a devolver! Não é por mal, ok?
 
16.  Eu nunca apaguei coisas do facebook por ter poucos likes  - Eu apago imensas coisas do facebook, mas não é por ter mais ou menos likes. Simplesmente, no final de cada ano, vou ao meu mural e apago quase todos os posts. É uma espécie de limpeza da alma e do cadastro. Nós não andamos com um gravador a gravar as conversas uns dos outros, por isso também não gosto que os meus posts fiquem gravados. Manias :))
 
17.  Eu já  traí alguém  - Eu já fiz isso uma vez no meu passado e não me orgulho nada... Outros tempos... outra idade... Mas hoje somos amigos!
 
18.  Eu já  deixei de falar com alguém que me magoou  - Eu já fiz isso. Mas entretanto, passou-me e voltei a falar novamente. 
 
 

O monstro das festas de aniversário - 2º parte

Já aqui falei num outro post de como eu sou um verdadeiro "monstro das festas de anos". Não faço por mal... mas acabo sempre por boicotar um bocadinho as festas (até as minhas próprias festas, como um dia vos descreverei).

Mas hoje vou contar-vos outro episódio. Este passou-se há umas semanas, na festa de aniversário do filhote de uma amiga.

Pois então: Estávamos nós todos contentes na sala de jantar da minha amiga. Sala lindamente decorada, bolos maravilhosos, ambiente divertido...

Encostados a um aparador, eu e o meu marido bebericávamos um fabuloso gin tónico. 

De repente, apercebo-me que o meu filho Vasco está prestes a fazer uma asneira qualquer no outro lado da sala.

Vou em direção ao Vasco, puxo-o antes que ele estrague a decoração, mas enquanto vou em direção a ele começo a ouvir uns "ais" e "uis" na sala toda.

- Ai.... olha como ela está...

- Ui... será que ela mora perto para mudar de roupa?

- Ai... é melhor alguém ir buscar um pano...

- Ui... tal e tal.... tal e tal...

Inicialmente, ainda pensei que não fosse eu a visada. Mas depois percebi que sim, que estavam a falar de mim.

Então, o que é que aconteceu?

Bem... basicamente... e agora vamos recuar tipo filme até à parte em que eu e o zé estávamos encostados ao aparador a beber um gin...

Quando eu estava encostada ao aparador, como ele era baixinho, decidi sentar-me ligeiramente em cima dele (do aparador, ok? Não foi em cima do Zé). 

Assim, com uma perna no chão e a outra meia levantada.

Só não reparei que me tinha sentado em cima... sim... de um BOLO!!

Ana, autora deste blogue, esmigalhou 1/3 de um Ambrósio - para quem não sabe é um bolo comprido e coberto de chantilly.

Quando me encostei, não reparei que estava um bolo a poucos centímetros do meu traseiro.

Pronto.

Quando corri pela sala em direção ao Vasco, toda a gente ficou estupefacta, porque o meu rabiosque (calças de ganga) estava branquinho e fofo. Cheio de chantilly.

E é assim que eu estrago mais um bolo. 

E depois? 

Depois peguei num paninho molhado, limpei o bumbum, tentei fazer uma graçola (vá lá, que toda a gente achou piada) e a coisa lá encarrilou de novo.

Peço desculpa à minha amiga. E ao bolo, já agora.

Sou ou não sou o "Monstro das Festas de Aniversário"? 

Sigam-me também em