Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Sou uma mulher no meio de três homens. Vértices de uma constelação de amor, eles são o meu triângulo perfeito.

O tão aguardado post n.º100! E muitas... muitas homenagens...

tumblr_mevqlkQMiQ1qeykfyo1_500.jpg

 

 

Quando decidi iniciar este blogue, fiquei com receio de que esta fosse mais uma das minhas aventuras temporárias. Daqueles projetos aos quais me agarro com paixão, para largar meia dúzia de dias depois, com desinteresse e cansaço. 

 

Mas os meses foram passando e o blogue foi-se mantendo. Ás vezes, de modo mais contínuo; com paragens, nos períodos de maior trabalho. Mas sempre a bombar!

 

Por que escrevo? Toda a gente que escreve quer ser lida. Todos os bloguers são um bocadinho vaidosos e carentes de atenção. Por isso, estaria a ser hipócrita se não dissesse que sim: gosto que me leiam!

 

Mas acima de tudo (e acho que é este o factor que faz este blogue durar), escrevo porque quero registar as minhas memórias. Quero que as imagens, as experiências, as aventuras, as supresas e as desilusões (sim, porque também as há) desta família triangular, fiquem registadas para a posteridade. 

 

Eu encaro este blogue como um diário. Desejo que um dia o meu filho tenha curiosidade de ler estas páginas virtuais e possa assim recordar toda a sua infância. E perceba que todo o amor e toda a felicidade que a vinda dele ao mundo gerou. 

 

Este blogue é a biografia da minha família. Três pessoas imperfeitas, a viver num triângulo perfeito.

 

Por isso, obrigada a todos os visitantes do mundo virtual, que tiveram a simpatia de me visitarem, de  "likarem",  "favoritarem", comentarem e partilharem os meus posts!

 

E quem são esses visitantes?

 

Começando pelo meu primeiro "Favorito"... Ele veio pela mão da Maribel Maia, autora do blogue "Educar (Com)vida". A Maribel é licenciada em Ciências da Educação e eu prezo muito a opinião dela, nas questões associadas a esse assunto. 

 

Foi tão bom receber esse primeiro favorito! A verdade é que eu já andava há um mês na blogosfera, a escrever basicamente para ninguém, quando este favorito caiu do céu. Obrigada Maribel, foi um impulso para eu não desistir da escrita!

 

E já que falamos em favoritos, aqui fica o TOP 3, dos blogues que mais "favoritaram" os meus posts!

 

1- Duas Mulheres e Meia : Aqui está um blogue bastante popular, com imensos subscritores. Gosto muito de ler as coisas que escrevem! 

 

2- 1simplesdesconhecido: Adoro esta menina! Simpática, atenta e tão perspicaz, apesar dos seus 19 aninhos! Neste momento, a nossa "desconhecida" retirou-se durantes uns dias da blogosfera para estudar para os exames. Espero que os exames corram bem e que regresse depressa! Admiro-a muito. Apesar de o seu blogue ter praticamente a mesma "idade" do meu, ela já tem imensos subscritores. Parabéns!!

 

3- Chic'ana: Quem não conhece a Chic'ana aqui na blogosfera? É um dos blogues mais populares e comentados e eu gosto muito de o ler. A chic'ana foi dos primeiros blogues que subscrevi e não me arrependo. Neste momento, ela está a viver uma grande aventura... ;) Desejo tudo de bom para esta fase tão boa que se avisinha!! :)

 

Também é importante para nós que escrevemos, sabermos o que pensam os nossos leitores. E não há nada como um comentário para nos encher a alma e nos dar força para continuar. 

 

Vamos falar de comentários? :)

 

O primeiro blog a comentar os meus posts foi o Heterodoméstico. E é também a ele que pertence a medalha de ouro, no que toca ao número de comentários!

 

O Heterodoméstico é um blogue bem humorado que nos dá a conhecer as notícias mais bizarras, bem-dispostas, malucas e risonhas que andam a circular no planeta.

 

É sempre bom visitar este blogue para relaxar um pouco e rir um bocado com as coisas que se passando por este mundo. Obrigada HD pelos teus comentários e parabéns pelo blogue.

 

Querem saber quem é que també comentou os meus posts?

Aqui fica o TOP 4 dos comentários:

 

1- Heterodoméstico (já dele falei acima)

2-. Melhoramigaprocura-se: um blogue que adoro; uma escrita muito assertiva e com muita sensibilidade. Gosto também do facto de a irmã da blogger e do marido, também escreverem de vez em quando. Dá uma dinamica gira ao blogue. Gostava de conseguir convencer os "meus" a fazer o mesmo, mas não estou a ter sucesso, para já. :)

3- 1simplesdesconhecido (já deste blogue falei, mais acima neste post)

4- Mamã Silvestre: um blogue sobre a experiência da maternidade, com muita alegria e bom humor à mistura. Gosto da forma leve, simples e por vezes um pouco irónica com que esta blogger vai contando as suas aventuras como mamã. Recomendo! Espreitem! :))

 

Há ainda outros blogues dos quais gostava de falar. Mas este post número 100 já está a ficar gigante!

Aproveito então para vos dizer que vou dedicar toda a próxima semana a falar desta experiência de 6 meses no SAPO BLOGS

 

Vou...

- falar da grande aventura que foi aparecer nos DESTAQUES

- mencionar e dar a conhecer mais alguns blogues que ADOOORO

- homenagear as pessoas que me seguem no instagram e na página do facebook do blogue. 

 

Para o final da semana... reservo uma grande surpresa... PREPAREM-SE!!

 

O "MESversário" do blogue

Apercebi-me que no dia 14 de maio este blogue fez 6 meses e eu nada fiz para assinalar a data...

Assim, no próximo post (que será também marcante, pois é o número 100!) vou fazer um balanço destes meses na blogosfera.

Preparem-se! Vou falar dos posts mais comentados, daqueles que tiveram mais "likes", dos que mais gostei de fazer. 

Vou ainda homenagear as pessoas/blogueiros que vão prestando atenção às coisas que escrevo, ora comentando, ora partilhando!

Já encontrei gente muito simpática por estas bandas. Quero agradecer-lhes!

Até breve!!

Memórias de uma manhã no parque

Com o tempo a aquecer, resolvemos sair da "toca". E tendo um parque tão próximo, nada melhor do que ir até lá para relaxar um bocado|

O Vasco levou um fato de treino verde-tropa e quase que se confundia com a paisagem!

Cheguei à conclusão que esta é uma excelente indumentária para o meu bebé se "camuflar", e aguardar sorrateiramente pela passagem de um coelhito.

Olhem!... Ali está ele, à procura de um inseto, de um pau ou de uma flor!

Que feliz que estava! Em completa simbiose com o ambiente! 

 

IMG_20170521_105733 (1).jpg

 

IMG_20170521_105626.jpg

 Fato de treino: Benetton Kids

Orgulho!

Hoje quando fui buscar o V. ao infantário, uma das auxiliares disse-me que estava espantada com a rapidez com que ele estava a começar a falar. 

 

Não é preciso dizer que fiquei para lá de contente e orgulhosa! Também já tinha reparado que nas últimas semanas ele estava a palrar bem melhor, mas é sempre agradável ouvir isso da boca de outros.

 

Neste momento, para além do repertório que ele já tinha aos 15 meses (podes ler tudo sobre isso aqui), também já diz:

 

  1. ´cleta (bicicleta)
  2. Tudo
  3. Pega
  4. Tira
  5. Não
  6. Tchim (sim)
  7. Abre!
  8. Caca
  9. Futa (fruta)
  10. Pato
  11. Toruga (tartaruga)
  12. Peixe
  13. Urcho (urso)
  14. Memé
  15. Pepeca
  16. Pêra
  17. Banana
  18. Batata (não sei como aprendeu esta, é raro comer batatas em casa)

 

Para alem disso, aumentou um pouco o repertório de sons de animais :

Acrescentou o miau (sim, eu sei... só agora, eh eh), o som do elefante e faz um movimento esquisito com a cara para representar o coelho.

Esta do coelho foram os avós paternos que o ensinaram, mas também já reparei que outras crianças fazem o mesmo com a cara. Como sou betinha da cidade e não convivi muito com coelhos, não sei se eles fazem assim ou não... Mas pronto, é mais ou menos isto que ele faz, eh eh:

 

 

 

O meu filho nunca fica sentado no restaurante

... e isso está a aborrecer-me um bocado.

Tinha prometido aqui há uns tempos (mais concretamente neste post) que ia tirar um tempinho para falar do assunto mais detalhadamente. Pois bem... aqui estou eu! :)

O Vasco não é capaz de ficar sentado numa cadeirinha de um restaurante. Nem 1 minuto fica. Na maior parte das vezes, nem sequer o consigo enfiar na dita cadeira, tal é o berreiro.

Para além disso, fica bastante nervoso e agitado sempre que o levo a qualquer sítio que seja fechado e relativamente barulhento. São tantos estímulos a desafia-lo (novidades, cores, sons) que ele simplesmente não consegue estar quieto no seu lugar. Tem que ir ver, tocar e experimentar.

A verdade é problema já vem de longe...

Desde muito pequenino que o Vasco tem dificuldade em manter-se calmo em locais como shoppings, cafés e restaurantes. 

Lembro-me de ele ter 2 ou 3 mesitos e berrar como um desalmado sempre que eu ia (tentar) lanchar num café que fica mesmo ao pé de minha casa. 

E ficava piursa... Em casa estava relativamente calmo, na rua também.

Mas chegando ao dito café (que até nem era nada barulhento), começava a refilar na sua língua: buááá!!! 

Conclusão. Para tranquilidade dos restante clientes, eu acabava por me levantar e ir embora. Muitas vezes nem sequer chegava a degustar o lanche. Pedia à empregada para colocar o pão numa saca e comia em casa...

Escusado será dizer que esta dificuldade em levar o Vasco a sítios públicos tornou a minha licença de maternidade um experiência um pouco frustrante. 

Vamos lá recapitular. O V. nasceu no inverno, quando o tempo está frio e chuvoso.Não podia andar com ele a passear na rua. A alternativa, quando queria fazer um programa um pouco diferente, era irmos ao café ou a um sítio fechado como a um shopping. 

Sempre que tentava fazê-lo, chegava a casa frustrada e com vontade de chorar. 

Lembro-me concretamente de uma outra experiência "traumatizante". Tinha o V. cerca de 7 meses, "tentei" ir com ele ao um shopping que tinha aberto recentemente perto de minha casa. Combinei com uma amiga que também tem um filhote da mesma idade e lá fomos as duas, cada uma no seu carro.

Alimentei convenientemente o Vasco antes de ir, deixei que este dormisse uma boa sesta... enfim, calculei todos os pormenores para ver se desta vez a coisa corria bem.

Nada feito! Chegando ao shopoing o meu filho ficou nervoso, agitado, fartou-se de chorar... A certa altura, com os nervos ele até transpirava :)

Nem uma hora estive no shopping. Regressei a casa com o "rabinho entre as pernas". 

Hoje em dia, felizmente, o V. já está mais calmo no que respeita a shopping. Já no que concerne a restaurantes, é para esquecer. 

Fico um bocado triste quando vejo outras crianças da idade dele, muito bem comportadas na sua cadeirinha. E fico também cansada de andar a correr atrás dele pelo restaurante todo. 

Em casa o V. porta-se bem e aguenta às vezes quase um hora na cadeirinha da papa. E até já aprendeu a comer com a colher.

No restaurante é para esquecer. A minha esperança é que isto seja uma fase (assim como a fase em que ele não gostava de andar de carro, que entretanto passou) e que tudo mude. :)

Dicas? Sugestões?

Como se portam os vossos filhotes nos restaurantes? :)

 

Fico tonta e mal disposta quando faço exercício. Acontece isto a algum de vocês?

Há cerca de um mês, por indicação do ortopedista, comecei a fazer novamente exercício físico.

 

Lembro-me de ter ido à consulta bastante desesperada, a queixar-me de terríveis dores nas costas e dificuldade em respirar. 

 

Depois de raio-X e do exame técnico, a resposta foi simples: tenho um desvio grande na coluna e várias contraturas ao longo da zona dorsal. E uma das soluções para atenuar o problema é... exercitar. 

 

O médico indicou-me a natação (que odeio), pilares, yoga, caminhadas e, em geral, todos os exercícios que possibilitassem uma correção da postura. E disse-me ainda para começar imediatamente, porque a coisa estava a ficar preta para o meu lado.

 

Assim foi, portanto!

 

Inscrevi-me num ginásio e comecei as ditas aulas. Posso dizer que sou bastante assídua pois consigo ir 3 vezes por semana. Faço GAP, Faço cycling e claro, faço pilates que é a minha aula favorita!

 

O problema é que no final de cada aula começo a ficar branca, fraca, com as mãos a tremer, com suores frios e quentes... tenho que me sentar num banco para não começar a ver tudo à roda... enfim.

 

Ás vezes chega a acontecer-me a meio das próprias aulas. No outro dia foi mais grave e acabei estendida no chão. 

 

Estava numa aula de GAP. De repente, senti-me tonta e... pum!! Caí no tapete.

 

Não percebo isto. Tomo sempre um bom pequeno almoço antes de ir e até já levo um pacotinho de açúcar para comer a meio da aula. 

Sei que estava muito enferrujada e que já há três anos que não fazia nada, mas daí a ficar assim! O chron também não deve ajudar, porque custa-me um pouco estar a fazer os exercícios sempre com aquele desconforto no abdomen, mas nunca pensei que não fosse capaz de levar uma simples aula até ao fim. 

 

Posto isto. Comecei as minhas idas ao ginásio cheia de força de vontade e agora, só de saber que saio de lá toda tonta e esquisita... já só tenho vontade de desistir. 

 

Hoje tenho aula de GAP. Vamos lá ver como corre... 

 

Já algum de vocês teve os sintomas que descrevi aqui? O que fizeram nesse caso?

Perdi a cabeça! (com as compras para o miúdo)

Influenciada pelas previsões do IPMA, que diz que na próxima semana as temperaturas vão rondar os 30 graus, perdi a cabeça nas compras de roupa de bebé.

Já tinha em casa algumas t-shirts e calções, mas faltavam peças de roupa para combinar. Ora, como tenho uma obcessão pelos "conjuntinhos", isso não podia ser, não é?

Andei pelo shopping e pelas lojas da minha cidade e, posso dizer que o guarda-roupa do Vasco está neste momento mais compostinho. Tudo a fazer pan-dan, como eu gosto.

 

img1494517528133.jpg

 

Começando pelo primeiro conjunto... tratam-se de uma calças de sarja e de uma t-shirt, ambas da Mayoral. A avó Licas tinha oferecido a t-shirt; faltavam-me as calças. Que acham? Fica bem?

 

IMG_20170511_154513.jpg

 

Depois, vem um dos conjuntos que eu mais adoro. Estou mortinha que o tempo aqueça para o Vasco os usar!

Os calções e a t-shirt são da Mayoral e também foram prenda a avó Licas. Já a t-shirt às riscas, fui eu que a comprei.

Fica bem com aqueles calções. E se o Vasco sujar a primeira t-shirt, tem sempre a camisola das riscas para a substituir. (sim, sou tão pormenorizada e obcessiva que até compro as t-shirts suplentes para os conjuntos, eh eh).

 

IMG_20170511_154002.jpg

 

Os calções de quadrados brancos, assim com a t-shirt azul escura, foram uma prendinha da madrinha. Achei o máximo!

Para complementar, e seguindo a mesma lógica do conjunto anterior, comprei a t-shirt verde fluorescente. Gosto muito deste conjunto!

 

IMG_20170511_153838 (1).jpg

 

O fato de treino verde que vem a seguir, e a camisola que o acompanha, vêm de uma loja outlet perto de minha casa.

Não é dos conjuntos mais elegantes, mas está tudo a combinar e o tecido é super confortável. O ideal para o Vasco levar para o infantário, nesta fase em que o tempo está tão instável:

 

IMG_20170511_153535.jpg

 

Agora o casaco de malha... adoro este casaco! Comprei na mesma loja outlet e foi uma verdadeira pechincha!

Vai dar muito jeito para os fins de tarde e noites de verão:

 

IMG_20170511_153238.jpg

 

Passando para os conjuntos de praia. Não podiam faltar no guarda-roupa do Vasco!

Os calções das bananas são os meus preferidos. Vi-os na Modalfa e a primeira coisa que pensei quando os vi foi: "Não, o meu filho não vai andar com calções cheios de bananas!"

Mas depois vi aquela t-shirt que combina tão bem... e, como por magia, os calções odiados, passaram a compra obrigatória.

É um outfit divertido. E a t-shirt tem proteção UV (os argumentos que eu arranjo para comprar roupa, kkk).

 

IMG_20170511_152609.jpg

 

Ainda comprei mais dois conjuntos de praia. Um é em tons de laranja e o outro é amarelo e azul marinho (vê-se na primeira foto do post, não ponho aqui porque está muito desfocado).  

Aqui fica uma foto do conjunto laranja:

 

IMG_20170511_152241.jpg

 

Depois de tanta compra, achei que ía ficar por aqui...

Fazendo um resumo: perdi a cabeça em outlets (loucura com as peças da Modalfa, entre os 3, 99 euros e os 6 euros) e levei para casa tantos sacos que até me senti envergonhada!

Mas no dia seguinte, já com o meu marido, voltei à carga! Terei uma dependência em "compra de roupas de bebé"?

Desta vez, a culpa não foi minha. Ele é que se apaixonou por este conjunto da H&M:

 

IMG_20170513_190320.jpg

 

Ok, na verdade ele só se apaixonou pela camisa de linho...Mas eu não podia levar a camisa sem fazer mais um conjuntinho, ah ah.

Custou um bocado convencer o Z. que os sapatos jamaicanos eram "imprescindíveis", mas com o meu poder persuasivo lá consegui .

 

IMG_20170513_190337.jpg

 

E pronto. Depois disto decidi que não compro mais nada. 

Mas não vou prometer. Ok?

Sol, vem depressa! Quero ver estas roupinhas no meu bebé!!! :) :) :)

 

Que marca de nebulizador escolher? Medcare, sem dúvida!

18472195_1422660574423816_426073308_o.jpg

 

18 meses após o nascimento do Vasco, já nos consideramos peritos em "ítes" (bronquiolites, gripes, laringites) e em nebulizações. E por isso, podemos com toda a convicção afirmar que o nebulizador PORTÁTIL da MEDCARE, é a melhor compra para quem está a pensar investir nestes aparelhos.

 

O primeiro nebulizador que comprámos era da PIC. Todos os nossos amigos tinham um desses e até o próprio pediatra o indicou.

 

A grande vantagem desse nebulizador é o facto de ser extremamente silencioso; o ideal para bebés sensíveis, que se assustam com o ruído. Tirando isso, este nebulizador é muito pouco prático. Porquê? 

 

Em primeiro lugar porque é enorme! É um pequeno monstrinho a ocupar espaço na prateleira do quarto ou da casa de banho. E sendo grande, torna-se uma opção pouco prática para levar numas férias ou para ir e vir da casa da avó. 

 

Depois, é um nebulizador fixo. Liga-se com a ficha à tomada e fica ali. Ora isto para o nosso bebé não dá! Como o Vasco não gosta de nebulizações temos que o distrair com brinquedos. Andamos, basicamente, atrás dele, enquanto ele vai passeando pela sala. Isso só se consegue fazer com um nebulizador portátil. 

 

Por último, as peças do PIC às vezes são um bocado chatitas. A tampa, por exemplo, é pouco prática de abrir e fechar. 

 

Em janeiro tivemos um problema com esse nebulizador (ganhou fungos, por culpa nossa que o deixámos com água no reservatório durante duas semanas) e fomos "obrigados" a comprar outro. Quisemos mudar e o da MEDCARE foi o escolhido. Confesso que nos custou bastante (muuuuiiiito) fazer um investimento tão grande, quando apenas 8 meses antes tínhamos comprado o outro, mas estávamos fartos de andar a correr para o hospital para ele fazer as nebulizações nas urgências. Por isso, e pela bela compra que fizemos, para já valeu a pena. 

 

Posto isto, e sintetizando, quais as vantagens do MEDCARE em relação ao PIC (e ainda em relação ao nebulizador do LIDL, de que todos falam)?

 

1- É mais silencioso que o do LIDL. É tão SILÊNCIOSO como o PIC, mas tem a vantagem de ser MAIS PEQUENO. 

2- MAIS PRÁTICO, por ser pequeno e fácil de arrumar em qualquer lado.

3- PORTÁTIL (tem uma bateria associada, que lhe permite uma autonomia de 25 minutos; assim, até no carro, a crianças pode fazer uma nebulização)

 

Agora o preço... o preço, ok, é igual ao do PIC. Se pensarem em economizar talvez o melhor seja o do LIDL.  

(Nós ainda tentámos comprar esse, mas estava esgotado em todos os LIDls que fomos, por isso voltámo-nos para os da farmácia)

Note-se que os do LIDL não são tão silenciosos, por isso se tiverem uma criança que rejeita nebulizações... vai ser complicado...

 

Resumindo, se têm cerca de 100 euros para gastar num nebulizador... então não hesitem: entre o PIC e o PORTÁTIL DA MEDCARE... ganha o da MEDCARE! :)

 

Nota: A medcare também tem outros nebulizadores que não são portáteis. Uns mais baratos que outros; outros mais ruidosos, etc. etc. Portanto, a minha avaliação não diz respeito a esses, mas sim apenas ao portátil. Dos outros não posso falar, porque não experimentei. 

 

Sigam-me também em

Pág. 1/2