Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Triângulo Perfeito

Um blogue de pessoas imperfeitas. A viver num triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Um blogue de pessoas imperfeitas. A viver num triângulo perfeito.

Quase que morria com uma máquina de cardio

naom_56c2cde265a5d.jpg

 

Não sou grande adepta de ginásio e é com grande dose de sacrifício que lá vou fazendo umas sessões.

Virei-me para a parte do cardio porque as aulas de grupo faziam-me sentir tonta (ver aqui), mas a verdade é que nem as máquina me ajudam!!

 

Na semana passada fui atacada por uma máquina de corrida (as ditas passadeiras) e a coisa podia ter corrido muito mal. 

Cheguei à máquina e carreguei no botão "start". Ela lá começou a andar, muito devagarinho. Como queria uma velocidade maior, carreguei no botão para aumentar velocidade. 

Nada aconteceu. 

Como a passadeira continuava a andar devagar, continuei a carregar no botão. 

 

E carreguei... e carreguei... e carreguei...

A verdade é que a velocidade continuava a mesma.

 

De repente... a máquina  lembrou-se que tinha que obedecer à dona. O problema é que se lembrou disso de uma só vez.

Todos os "cliques" que eu tinha feito no botão (+) para aumentar à velocidade, começaram a fazer efeito ao mesmo tempo!

 

Comecei a sentir o chão fugir-me dos pés....

A passadeira andava cada vez mais rápido, mais rápido, mais rápido!

E eu via o mostrador a aumentar a uma velocidade vertiginosa!

Velocidade 5, velocidade 6, velocidade 7, velocidade 8... Ahhhhhh!!!!!

Corri, corri em cima da passadeira até perder o fôlego. Nem sequer me passou pela cabeça (loira....) carregar no botão Stop de emergência.

 

Desesperada, decidi saltar para cima da passadeira. Fiquei pendurada em cima dos mostradores com as pernas a balouçar. Depois, para sair, abri as pernas uma para cada lado em "V" (espetáculo deprimente de se ver) e pousei cada uma de um lado da passadeira. Uff, estava safa.

 

Estava de todas as cores, Podia ter-me magoado a sério. Na minha cabeça só passavam imagens daquelas pessoas que caem nas passadeiras rolantes dos shoppings e ficam com o cabelo preso, acabando por morrer...

Lembrei-me até de uma notícia sobre uma mulherzinha cujo cabelo foi arrancado e ficou com o escalpe à mostra. 

 

Respirei fundo e decidi mudar de máquina. Sim, ainda tive coragem para continuar o treino...

 

Ainda pensei fazer queixa aos administradores do ginásio em relação à "passadeira assassina", mas logo a seguir uma rapariga de aspeto musculado e corpo tonificado foi correr em cima dela e... nada aconteceu. 

Os aparelhos do ginásio querem matar-me.

Vou encarar isto como um "sinal dos céus" e não vou colocar lá os pés tão cedo... Não acham que tenho razão?!

:)

2 comentários

Comentar post