Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Triângulo Perfeito

Um blogue de pessoas imperfeitas. A viver num triângulo perfeito.

O Triângulo Perfeito

Um blogue de pessoas imperfeitas. A viver num triângulo perfeito.

Aniversário do bebé: em casa ou fora de casa?

IMG_1386.JPG

No Sábado, dia 12, festejamos o aniversário do Vasco fora de casa, num espaço reservado para o efeito. Depois de muito pensarmos, chegámos à conclusão que esta era, para nós, a solução ideal. Pelo menos este ano.

Estou habituada a organizar jantares e festas em casa, mas desta vez queria que fosse algo mesmo bonito e especial. E se a parte da confeção da comida não me assustava muito (embora estivesse a prever horas e horas de dedicação), já a decoração era um tema que me preocupava. Ainda juntei uns copinhos, umas fitinhas, umas bandeirolas e pensei: bem, isto é canja. só tenho que arranjar um tempinho para organizar as coisas.

O pior é que os dias iam passando e esse "tempinho" nunca chegava. Claro que o facto de o Vasco ter estado internado uma semana no hospital, pouco antes do aniversário, também não ajudou. A nível físico e mental, a nossa família estava um caco. 

Contatei várias empresas no sentido de irem lá a casa levar uns petiscos e decorar a minha salinha, mas nenhuma me agradou.

Note-se que, no que toca à decoração ficaria bem servida com qualquer uma das empresas... O problema era mesmo a comida! Os menus que me propuseram pareceram-me sempre muito muito pobres (no que toca a quantidades) relativamente ao número de convidados (cerca de 35) que eu tinha.

Um dia, na conversa com as donas das MARIAS, um café muito giro e acolhedor no prédio ao lado do meu, perguntei-lhes se, por acaso, não estariam interessadas em organizar um "evento". Muito surpreendida fiquei quanto me disseram que sim, que tinham muito gosto. E que podia ficar descansada que o Vasco teria uma festa espetacular! (vejam post anterior a este com as fotografias)

Escolhi o tema, escolhi os petiscos que gostaria de ter na festa e dei ainda algumas sugestões. No dia da festa do Vasco, não tive trabalho nenhum: foi só aperaltar-me e dirigir-me ao local da festa: Yeeeee!

Fiquei super contente com o resultado, quer a nível estético, quer em termos culinários. Havia comida que chegue e ninguém ficou a morrer de fome, como acontece em tantas festas organizadas por empresas deste ramo. 

Toda a gente se divertiu e reinou a boa disposição. O Vasco estava super feliz.

Uma das melhores partes foi chegar a casa no fim do dia e... ter a casa limpa e arrumada, eh eh. Tinha decidido que para o ano faria a festa em casa, mas depois desta experiência, já não tenho a certeza. Só o tempo o dirá! :)

IMG_1420.JPG

  Casaco e Malha e Camisola: Mayoral; Calças: Zara Kids; Sapatos: Chicco